20 de jul. de 2019

TV ANPR confirma que vídeo publicitário das “10 medidas” teve parceria da Rede Globo

eles
Na página do Youtube da TV ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República) ainda é possível assistir um vídeo intitulado “Juntos Contra a Corrupção”.

Se trata de uma propaganda onde um homem, vestido de terno, invade uma residência de classe média para destruir a comida, remédios, cadernos escolares, antes de entrar armado no quarto do casal, que dorme profundamente.

Para quem está acompanhando as últimas notícias sobre o vazamento das conversas entre o então juiz Sérgio Moro e procuradores da Lava Jato, talvez esse roteiro não seja novidade. O material foi exposto nesta segunda-feira (15), no blog de Reinaldo Azevedo, que, em parceria com o site The Intercept Brasil, compartilhou novas mensagens apontando a relação irregular entre Moro e Dallagnol, chefe da força-tarefa da Operação Lava Jato.

No dia 16 de janeiro de 2016, Deltan enviou uma mensagem a Moro pedindo dinheiro da 13ª Vara de Curitiba para bancar uma propaganda “contra a corrupção, pelas 10 medidas”. O procedimento é ilegal em vários sentidos. Primeiro porque uma Vara da Justiça não tem liberdade legal para investir em propagandas, segundo de fazer propagandas para entidades terceiras e, por último, o fato de um juiz conversar sobre o repasse de recursos para um procurador federal com essa finalidade.

A seguir, acompanhe a troca de mensagens entre Moro e Dallagnol, onde o ex-juiz não nega o pedido e diz para aguardar sua decisão sobre o assunto. Em seguida, o vídeo da propaganda, destacando as informações da TV ANPR de que o trabalho foi realizado “em parceria com a Rede Globo”, confirmando um dos dados da conversa entre Dallagnol e Moro, de que a peça publicitária contava com o apoio do canal.


13:32:56 Deltan – Vc acha que seria possível a destinação de valores da Vara, daqueles mais antigos, se estiverem disponíveis, para um vídeo contra a corrupção, pelas 10 medidas, que será veiculado na globo?? A produtora está cobrando apenas custos de terceiros, o que daria uns 38 mil. Se achar ruim em algum aspecto, há alternativas que estamos avaliando, como crowdfunding e cotização entre as pessoas envolvidas na campanha.

13:32:56: Deltan – Segue o roteiro e o orçamento, caso queria [buscou escrever “queira”] olhar. O roteiro sofrerá alguma alteração ainda

13:32:56: Deltan – Avalie de modo absolutamente livre e se achar que pode de qq modo arranhar a imagem da LJ de alguma forma, nem nós queremos.

13:35:00: Deltan – pdf

13:35:28: Deltan – pdf.

No dia seguinte, 17 de janeiro de 2016, Moro responde:

10:20:56 Moro – Se for so uns 38 mil achi [quis escrever “acho”] que é possível. Deixe ver na terça e te respondo.

Segundo nota da redação do blog de Reinaldo, a sequência de mensagens de Deltan Dallagnol tem a mesma hora de envio porque fora retransmitidas ao mesmo tempo de um outro grupo ou interlocutor para Serguio Moro

Tocador de vídeo


00:00
1. “Juntos Contra a Corrupção”
0:28

Clique em cima para aumentar a imagem: 
TRANSCRIÇÃO DO ROTEIRO

Dez Medidas Contra a Corrupção

Roteiro 30″
“Engravatado”

Cena de madrugada, numa casa de família de classe média. O silêncio deixa claro que a família está dormindo. O trinco da porta da cozinha se mexe e um homem de terno e gravata entra na casa.
Ele mexe na geladeira e começa a jogar fora toda a comida da família. Ouvimos a locução em off:
– A corrupção atinge a sua vida de tantas formas que você nem percebe,
Fica apenas a marca do projeto:
– Não desista do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.