10 de jun de 2019

Brasil é "governado" por canalhas

Xavier: abaixo Bolsonaro, Moro e a quadrilha que assalta o país


O Conversa Afiada publica sereno (mais do que nunca!) artigo de seu colUnista exclusivo Joaquim Xavier:

Não há mais dúvidas. A extensa documentação do The Intercept, reproduzida pelo Conversa Afiada, mostra que o Brasil foi tomado de assalto.

Sérgio Criminoso Moro não passa disso. Um criminoso. O procurador tal dal alguma coisa é outro. Ambos, com a ajuda de todos que conhecemos, montaram uma operação para pilhar dezenas de milhões de brasileiros.

Gente que morre à míngua nas esquinas de fome, frio, miséria.

O Brasil, espero, não é uma republiqueta de bananas como esta gang desejaria. Embora a “elite” nativa lute como nunca para sempre se fantasiar de aristocrata pronta a beijar a mão de um Eisenhower, Kennedy, Trump.

Já há algum tempo ignoro solenemente qualquer envio dos chamados órgãos oficiais, bancos graúdos e cia. Rasgo sem ler. Desde o golpe de 2016 não reconheço governo de fato e de direito neste país. Muito menos “Justiça”. O STF, ressalvadas as exceções de praxe, virou uma cesta de lixo institucional.

Nem todo brasileiro considera que pode agir do modo como atuo. Sei disso e entendo. A pressão de redes Globo e coadjuvantes é sufocante. Mas conheço o suficiente deste mundo para identificar a latrina em que seus chefes se acostumaram a operar. Que fiquem nela e deixem o povo brasileiro fora disto.

Joaquim Xavier

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.