14 de mai de 2019

Whatsapp faz atualização após ameaças de ataques hackers por empresa israelense


O Whatsapp, que pertence ao Facebook, disponibilizou uma atualização do aplicativo nesta segunda-feira (13) após detectar vulnerabilidade para ataques de hackers em celulares dos sistemas operacionais da Apple (iOS) e do Google (Android).

“O WhatsApp incentiva as pessoas a atualizarem para a versão mais recente do nosso aplicativo, bem como manter seu sistema operacional atualizado para proteger contra potenciais ataques direcionados a comprometer informações armazenadas em dispositivos móveis”, disse um porta-voz da empresa, segundo a agência Reuters.

O alerta aconteceu depois de vir à público que a empresa israelense de vigilância cibernética NSO teria criado um spyware (um sistema espião) que poderia fazer com que ela acessasse a conta de qualquer um dos 1,5 mil milhão de usuários do WhatsApp.

Segundo informações do jornal Financial Times, o vírus teria sido criado pela empresa NSO – que trabalha para o governo israelense – para atingir diretamente um advogado londrino que move ações contra ela.

Além disso, segundo o The New York Times, alguns dos seus clientes também eram alvos diretos desse spyware: um coletivo de jornalistas e ativistas mexicanos, um cidadão do Qatar ou ainda Omar Abdulaziz, um ativista saudita exilado no Quebeque, Canadá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.