26 de mai de 2019

The Guardian: Bolsonaro enfrenta “desconforto” por elo com milicianos

"O enfraquecimento do apoio a Bolsonaro provocou conversas crescentes sobre seu possível impeachment entre os observadores políticos", avisou o jornal


O jornal The Guardian repercutiu as manifestações a favor de Jair Bolsonaro neste domingo (26) em várias cidades brasileiras. Segundo a publicação, o presidente tenta demonstrar alguma força em meio à crise no governo e no âmbito pessoal.

Além da dificuldade em avançar com qualquer projeto ao longo destes 5 meses no poder, Bolsonaro ainda se vê acossado pela investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro contra seu filho mais velho, Flávio. O hoje senador é acusado de lavagem de milhões de reais, supostamente desviados em esquema comandado por Fabrício Queiroz em seu antigo gabinete de deputado, que empregava também a esposa e mãe de um chefe miliciano.

“Cinco meses depois do mandato de quatro anos de Bolsonaro, seus índices de aprovação despencaram, com a economia do Brasil gaguejando, brigas políticas e o presidente enfrentando perguntas desconfortáveis ​​sobre os laços de sua família com o crime organizado e um escândalo de corrupção envolvendo um de seus filhos”, escreveu o Guardian.

“Bolsonaro também enfrentou o repúdio internacional como resultado de suas visões extremistas, cancelando recentemente uma visita a Nova York por causa de protestos contra ele lá”, lembrou o jornal, frisando que as dificuldades do governo extrapolaram as fronteiras.

Mesmo com a tentativa de demonstração de força pelas ruas – os manifestantes pedem o fechamento do Congresso e a substituição de ministros do Supremo Tribunal Federal – não é possível esquecer que as pesquisas de opinião dão conta de que o governo é mal avaliado pela ampla maioria da população.

“O enfraquecimento do apoio a Bolsonaro provocou conversas crescentes sobre seu possível impeachment entre os observadores políticos”, avisou o jornal.

No GGN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.