16 de mai. de 2019

Dallas


Bolsonaro foi visitar George W. Bush sem avisar, como o idiota inconveniente que sempre foi, movido pela inveja infantil que ele, Ciro Gomes e Fernando Henrique Cardoso têm de Lula.

Na entrevista à Folha de S. Paulo e ao El País, Lula revelou a proximidade que tinha com Bush, com quem trocava ideias, impressões e estratégias diplomáticas. Eram diferentes em tudo, mas compreendiam plenamente a dimensão histórica de cada um.

Sem convite, penetra internacional, Bozo foi a Dallas, às custas do erário, levar a cabo uma farsa. Não foi convidado, não houve prêmio algum, foi rejeitado por onde quer que passasse. Mais um vexame mundial.

Covarde, fugiu das manifestações e xingou os manifestantes. Largou, inclusive, o filho, Flávio,  à própria sorte no tsunami de acusações que vão de lavagem de dinheiro a formação de quadrilha.

No Brasil, foi substituído por Ciro Gomes, pote até aqui de mágoa, credenciando-se como novo anti-Lula, naufragando junto com a meia dúzia de ressentidos que conseguem enxergar nele alguma sombra de razão.

Leandro Fortes, jornalista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.