1 de abr. de 2019

Olavo desafia os generais e Bolsonaro parece que gosta


Ricardo Noblat diz na Veja que o General [Augusto] Heleno perdeu  a disputa com o “guru” Olavo de Carvalho na  questão do anúncio da “meia-embaixada”, o escritório brasileiro em Jerusalém, que os militares estariam tentando “deixar de lado” para não prejudicar nossas relações comerciais com o mundo árabe.

Pode ser, mas é fato que Olavo tem se sentido confiante para subir o tom contra a ala militar do  Governo e disparou, pelas redes sociais, uma nova saraivada de ataques ao General Santos Cruz, ministro-chefe da Secretaria de Governo do Planalto.

E chegou (e passou) do ponto das ofensas pessoais. Postou, agora há pouco, no Facebook que Santos Cruz “não presta”:

Não venha agora choramingar que foi ofendido, Santos Cruz. Foi você que começou isto, sem a menor provocação, dois dias depois de eu o haver ELOGIADO. Você simplesmente NÃO PRESTA.

E o desafiou publicamente:

Esse Santos Cruz JAMAIS terá a coragem de discutir comigo de cara a cara. Vai tramar por trás alguma vingancinha ou refugiar-se num silêncio fingidamente superior.

Se o “Walter Mercado” da Virgínia fosse apernas um charlatão, isso seria irrelevante. Mas é alguém publicamente referendado e homenageado por Bolsonaro & filhos.

Nem a mais fértil imaginação chegaria ao ponto de prever que os generais teriam de combater um…astrólogo.

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.