20 de abr de 2019

Fux, Lula e o Queiroz


Não se sabe até agora o que Luiz Fux pensa do fim da mordaça que ele impôs a Lula, impedido de conceder entrevista a Monica Bergamo, da Folha. Fux, tão falante, está calado.

Não vamos esquecer que, ao mesmo tempo em que censurava Lula, Fux tentou impedir o andamento do processo contra Fabrício Queiroz no Ministério Público do Rio.

Fux estava de plantão no Supremo e foi muito atencioso ao apelo de Flavio Bolsonaro, ex-patrão do sujeito. O processo só voltou a andar porque o ministro Marco Aurélio cassou a decisão favorável à dupla amiga das milícias.

É provável que Lula seja finalmente entrevistado. Mas quem garante que Queiroz será um dia obrigado a falar? Lula queria ser ouvido por Monica Bergamo e Fux não deixava.

O Ministério Público queria ouvir Queiroz, e Fux tentou impedir. Mesmo com o processo destravado, Queiroz nunca prestou depoimento sobre o caso da caixinha com dinheiro de assessores de Flavio Bolsonaro, que beneficiou até a primeira-dama.

Será linda a Páscoa do Queiroz.

Moisés Mendes
No DCM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.