13 de abr de 2019

Desembargadora que atacou Marielle barrou demolição dos prédios da milícia


A desembargadora Marília de Castro Neves, a mesma que atacou a vereadora do PSOL, Marielle Franco, vítima de um execução política, foi responsável por cancelar a demolição de diversos prédios na comunidade da Muzema, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A desembargadora é conhecida também por suas posições extremadas quanto às pessoas que pensam de forma politicamente oposta a ela, apoiando Bolsonaro nas eleições e compartilhando comportamentos similares ao do presidente.

A desembargadora afirmou que Marielle Franco estava engajada com bandidos e sido eleita pelo Comando Vermelho. Mas, a estranheza do momento é a forma como se comporta de forma muito parecida com a de Bolsonaro, que já defendeu as milícias cariocas e os prédios irregulares na comunidade da Muzema foram empreendimentos ligados à milícia do Rio de Janeiro. Os dois prédios colapsados tiveram sua demolição por falta de segurança barrada, justamente por alguém tão afeita aos pensamentos do clã Bolsonaro, da mesma cidade e posições favoráveis à proximidade com as milícias.

A prefeitura do Rio de Janeiro já abriu três processos administrativos para demolição dos edifícios sem documentos legais, naquela região. O fato retira de Crivella a responsabilidade total sobre os fatos e a coloca no colo da desembargadora.

Na ocasião da morte de Marielle Franco, a desembargadora disse:


No A Postagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.