3 de mar de 2019

Para justificar a morte de uma criança de 7 anos, li de tudo, estas últimas 26 horas.


Li que Lula mereceu porque proibiu vacinas contra a meningite. É fake news.

Li que Lula não era avô de Arthur. Fake news!

Li que a mãe merecia solidariedade, o pai de Arthur, não.

Li que a morte do pequeno era parte da sentença.

Li que o pequeno foi tirado da Terra para que não tivesse Lula como avô, Sandro como pai, Marisa como avó.

Li tudo o que meus olhos queriam desler.

Vi o ódio estampado com foto no perfil, com netinhos no colo.

Vi uma avó que dizia: "meu neto não terá sua casa arrombada pela PF porque somos 'cidadãos de bem'". Não, não são.

Entregam seus próprios filhos à guerra, porque não têm coragem de encarar nem a faxina doméstica, nem encargos trabalhistas, nem a cara do Brasil negro, indígena, nordestino, pobre, porém honesto e valente.

Os que odeiam Lula, votaram num que manda matar, em 2014. Votaram num que disse que ia matar todos, em 2018.

É gente que só queria hoje comemorar morte de alguém, mesmo que este alguém fosse uma criança.

É gente que espalha fake news, até hoje, acusando dona Marisa Letícia, já falecida, de ter deixado "milhões" de herança, vendendo Avon.

É gente que espalha fake news de que Lulinha, biólogo, trabalhava num zoológico limpando jaula de elefante e ficou zilionário, dono da Friboi, inclusive. Gente que mente, até hoje, sobre a vida dos filhos de Lula.

Acham que esse ódio que pregava a desgraça da família, nunca interferiu na vida dos netos?

Gente que não enxerga que o padrão social de Lula, após 8 anos de mandato, centenas de títulos e prêmios no exterior, continua simples.

Mora numa mesma casa, desde que foi eleito. Moro não encontrou uma só fazenda em seu nome, com pista de jatinho particular. Uma só conta na Suíça.

Gente que mente, ate hoje que Lula esconde fortuna no Uruguai, também esconde que o laranjal dos Bolsonaro, o paradeiro de Temer, as contas na Suíça de Aécio e Serra, esconde Queiroz e jura que Flavio Bolsonaro é uma vítima.

Gente que esconde, até hoje que, atrás da Bic de Bolsonaro, daqueles moletons xexelentos e amarrotados, daquele pão com leite condensado nojento, ele não se dá ao trabalho de esconder nem o que sonega, nem o patrimônio incompatível que adquiriu, em 30 anos de vagabundagem parlamentar em família e quadrilha, que ultrapassa R$15 milhões (que a gente sabe).

Lula tem que ficar preso, para que a mentira destas pessoas possa continuar respirando por aparelhos celulares.

Lula é vítima da mentira que começou com "Lulinha é dono da Friboi, da Ferrari de ouro, da maior fazenda do mundo" e que acabou em duas condenações movidas a fofoca, na morte precoce de Dona Marisa, na prisão ilegal, na perseguição até em dia de luto do irmão, na perda irreparável de um neto.

Cada mentira encomendada pelo juiz corrupto e malandro, garantiu a Moro as tetinhas do laranjal de Bolsonaro e seus milicianos.

Cada mentira contra Lula pegou carona nas demais mentiras: "Bolsonaro é honesto", "patriotas beijam bandeira norte-americana", "o Brasil quebrou", "a Previdência vai quebrar", "a conta é o povo quem tem que pagar", "vamos entuchar dinheiro no rabo dos banqueiros pra gerar emprego", "Agora vai!", "Porte de armas para manter segurança", "o Brasil precisa entrar numa guerra latino-americana em nome de Deus", "o pré-sal dá prejuízo pro Brasil", "tem que privatizar, destruir o setor industrial do Brasil que, pagar em dólar, vai ficar mais barato".

Mentiras e mais mentiras que precisam de muito ódio para soterrar este país no vexame, na falência e na miséria econômica e social.

O vexame, a falência, a miséria moral, intelectual e humana, já soterram o Brasil, toda vez que Lula paga pela ignorância, pelo preconceito e pela mesquinharia de uma gente que não é povo. É castigo.

Malu Aires

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.