3 de mar de 2019

O rambo da “S.W.A.T” que escoltou Lula foi segurança de Bolsonaro durante a campanha


Caiu na rede um imagem que compara a do policial que usava colete com escudo da S.W.A.T ontem na escolta de Lula com a do homem que atendeu Bolsonaro no dia em que este levou a facada em Juiz de Fora.

Parece a mesma pessoa, e talvez seja.

Agente estrangeiro infiltrado? Não é crível.

É apenas o mesmo policial, que trabalhou na segurança de Bolsonaro — por lei, cedida pela PF — e agora porta metralhadora para escoltar o ex-presidente.

O Diário da Região, jornal de São José do Rio Preto, publicou um breve perfil dele, quando se destacava na segurança de Jair Bolsonaro.

É Danilo Campetti.

No DCM

Reprodução | Ricardo Stuckert

Danilo Campetti, o policial federal com brasão da SWAT que conduziu Lula no velório do neto, em São Bernardo do Campo, é o mesmo que estampa com orgulho em sua página no Facebook "TchauPT, agora é com o Mito". Pergunta: alguém com este perfil é adequado para proteger a vida de alguém sob custódia do Estado? O policial ainda debocha: "O mesmo PF que fez a escolta do Lula, fez a segurança do Bolsonaro nas eleições. VEJAM A DIFERENÇA"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.