3 de fev. de 2019

Onyx saiu vitorioso da eleição no Senado, mas não significa que Bolsonaro terá vida fácil


A estratégia do ministro chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni deu certo. Depois de uma eleição conturbada, o Senado será presidido pelo membro do baixo clero, Davi Alcolumbre, do DEM. A vitória não significa que o time de Jair Bolsonaro terá vida fácil na Casa. Além de Davi poder atuar de maneira imprevisível, o senador Renan Calheiros (MDB) tende a usar sua força para retaliar o governo.
O jornalista Bernardo Mello Franco anotou em seu blog no jornal O Globo: "Ao retirar a candidatura, ele [Renan] deixou claro que pretende liderar uma oposição feroz ao Planalto. Sozinho, poderá causar mais estrago que os seis senadores do PT."
A mesma avaliação foi feita pelo jornal O Estado de S. Paulo, com o agravante de que Davi não tem a experiência de Renan para conduzir o Senado em sintonia com os interesses do governo Bolsonaro. Essa ideia, inclusive, abriu um racha entre Onyx e o ministro da Economia Paulo Guedes, que preferia Renan no comando da Casa.
"Até mesmo aliados do presidente Bolsonaro admitem, nos bastidores, que o empenho de Onyx em derrotar o experiente Renan terá impacto sobre votações de interesse do governo. Enquanto Renan tem interlocutores em todos os partidos, Alcolumbre – um representante do baixo clero – poderá ter problemas para negociar com a oposição. Além disso, ninguém duvida de que o senador alagoano dará o troco no Planalto."
Segundo Franco, Onyx seduziu Davi com "o Diário Oficial". "O governo ganhou, mas o dia seguinte no Senado ainda é de incerteza. Apesar dos elogios que recebeu ontem, Davi inspira desconfiança até entre seus eleitores. O novo presidente do Senado já foi grampeado pela Polícia Federal com um doleiro envolvido em múltiplos escândalos. Em conversas reservadas, colegas admitem o temor de que ele se revele um novo Severino Cavalcanti — o deputado que perdeu a presidência da Câmara porque extorquia o dono do bandejão."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.