5 de fev. de 2019

Eurodeputada rechaça Parlamento Europeu por reconhecer Guaidó como presidente venezuelano


O Parlamento Europeu reconheceu, nesta quinta-feira (31/01), Juan Guaidó como Presidente legítimo da Venezuela. A decisão foi aprovada com 439 votos a favor, 104 contra e 88 abstenções. Na declaração de voto feita pelo GUE/NGL (Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde), a eurodeputada espanhola Marina Albiol, do Izquierda Unida, rejeitou a decisão do Parlamento e afirmou ser "hipócrita" o pretexto da defesa dos direitos humanos e da democracia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.