28 de fev de 2019

Estudo do Bloomberg aponta Cuba como país latino-americano mais saudável e à frente dos EUA

E o Bloomberg é ligado ao tal “mercado”, não tendo nada de socialista. E Bolsonaro expulsou daqui os médicos cubanos, cuja medicina ajuda aquele país a ser o 2º mais saudável das Américas, estando apenas atrás do Canadá. Leiam o artigo:

Menina cubana recebe atendimento médico em hospital de Havana
Qual é o pais mais saudável do mundo? Segundo um estudo, divulgado pelo site Bloomberg, é a Espanha. Na classificação os espanhóis ficaram com mais de 92 pontos. Quanto mais pontos mais saudável é o país.

Além da Espanha, faz parte do Top 10 das nações mais saudáveis do planeta: Itália, Islândia, Japão, Suíça, Suécia, Austrália, Singapura, Noruega e Israel.

Já Cuba (30º no mundo) é o melhor país da América Latina e o 2º melhor do continente americano, perdendo apenas para o Canadá, que aparece em 16º. Entre os latino-americanos, Cuba é seguida de perto pelo Chile e Costa Rica (que estão empatados no 33º) e está bem à frente de Uruguai (47º) e Panamá (50º), que estão entre os 50 melhores. A ilha socialista, que subiu uma posição em relação ao estudo de 2017 (31º), foi a única nação “não desenvolvida” classificada no bloco de países de renda alta. Um dos fatores que teria contribuído para a boa posição de Cuba, segundo a reportagem, seria o foco cubano na prevenção de doenças.

10 países mais saudáveis do mundo  (+ Cuba e EUA) e suas pontuações
Arte: Bloomberg – Adaptação: Sturt Silva  

Na investigação anterior, dois anos atrás, a Espanha (que subiu 5 posições) era apenas a 6º no rank e a Itália era a líder. Além dos espanhóis, a Coreia do Sul (de 24º para 17º), Reino Unido (de 23º para 19º) e Japão (de 7º para 4º) também ganharam posições na comparação entre os dois levantamentos quanto aos países do topo. Por outro lado, Singapura (de 4º para 8º), Alemanha (de 16º para 23º) e Grécia (de 20º para 26º) foram os países que tiveram maior queda.

Já os EUA caiu uma posição e agora aparece na 35º, 5 lugares atrás de Cuba. O Brasil sequer aparece na lista dos 56 mais bem colocados.

Na outra ponta estão os países da África. Das 30 piores posições do rank, 27 são nações africanas, as outras três são: Afeganistão, Iêmen e Haiti.

Na edição deste ano, que envolveu 169 economias, a sondagem levou em consideração fatores relacionados à saúde das populações como: expectativa de vida; consumo de drogas e taxa de obesidade; acesso à água potável e rede de saneamento.

Lista dos 56 primeiros colocados; Cuba ficou na 30ª posição com 74.66 pontos
Gráfico: Bloomberg

Sturt Silva
No Luíz Müller

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.