2 de fev. de 2019

Dono de empresa de ensino à distância pode se tornar diretor do FNDE


Durante a campanha, o presidente Jair Bolsonaro apresentou como uma de suas bandeiras uma ampla utilização da educação à distância como ferramenta em todos os níveis, do ensino básico ao superior. Quando for executado, o projeto deverá ser financiado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), dono de um dos maiores orçamentos da União, da ordem de R$ 60 bilhões.

E quem deverá comandar esse segmento é o empresário Eli Valter Gil Filho, um dos principais empresários no ramo de ensino à distância, dono da empresa Web Aula, já envolvida em contratos suspeitos em governo anteriores.

No início de janeiro, ele apresentou-se aos funcionários do FNDE como futuro diretor de Ações Educacionais e lá passou a tomar decisões e encaminhar ações. Embora ainda não tenha sido nomeado, funcionários do FNDE acreditam que se isso acontecer o novo governo pode estar colocando uma raposa cuidando do galinheiro.

Uma das razões que estariam emperrado a nomeação de Eli Valter é a Lei 8.213, que trata de conflitos de interesse na gestão pública. Afinal, a empresa de Eli pode ser beneficiária direta da ampliação do ensino à distância. Embora ainda não tenha sido nomeado, ele já indicou para a diretoria Arcioni Ferreira Viagi. Nos corredores do FNDE, comenta-se que Eli Valter poderá ir para o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep).

(…)

Do IstoÉ
No DCM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.