5 de fev de 2019

Ator protesta contra fascismo na Águia de Ouro é proibido de desfilar - assista




O ator Walmir Sparapane foi impedido de desfilar pela Águia de Ouro no Carnaval 2019 depois de receber ameaças de apoiadores do governo Jair Bolsonaro nas redes sociais.

Um vídeo do ensaio da escola de samba com Sparapane vestido de Adolf Hitler usando uma faixa presidencial viralisou no último final de semana, e o ator passou a receber mensagens de ódio desde então.

Sparapane desfila em carnavais há 20 anos e, dessa vez, foi afastado pela Águia de Ouro, que alegou que o ator usou a fantasia polêmica para "promoção pessoal". A escola pediu desculpas pelo ocorrido.

Apesar de considerar que foi censurado, o ator disse que acabou "aceitando numa boa a decisão da escola. Acho que se eu for ao desfile corro até risco de vida. E aí coloco também os outros componentes em risco. Eu seria destaque do mesmo carro em que vêm a velha guarda e 60 crianças. Não sei até que ponto vai esse tipo de fanatismo político."

Para o ator, "estamos passando por um momento delicado, e eu sou parte dessa minoria que não aceita que homens tenham que se vestir de azul e mulheres, de rosa. Nem tampouco eu preferia ter um filho morto do que viado. Então, eu sempre repugnei esse tipo de ditadura que está surgindo. Mas nunca fui petista nem comunista. Eu sou artista, progressista. Talvez toda essa repercussão esteja sendo usada para que eu sirva como exemplo e que outras pessoas não cometam o mesmo erro. Para que saibam que serão punidas."

Segundo relatos, uma parcela dos internautas considerou erroneamente que o ator fez apologia ao nazismo, porque não perceberam que a suástica utilizada na fantasia dele estava abaixo de um símbolo de "proibido". Ele teve de pedir desculpas à comunidade judaica em outro vídeo.

Mas segundo Sparapane, na verdade, seu protesto é contra o fascismo, nazismo e o regime militar. "Eu sou totalmente contra qualquer tipo de manifestação fascista, nazista e contra o regime militar. Nem usei a suástica nazista na fantasia, usei a chinesa, que é virada para o outro lado [historicamente, há vários desenhos de suásticas com muitos significados dependendo da cultura]. O que as pessoas não viram é que a suástica estava atrás de um símbolo de proibido. Eu estava justamente fazendo uma manifestação contrária ao nazismo e o regime militar", disse.

Segundo o ator, uma pssagem do enredo da escola de samba cita a palavra "ditador", e ele aproveitou o ensejo para fazer seu protesto. "Jamais imaginei que daria essa repercussão".

"Desde ontem venho sendo atacado e ameaçado de morte. Recebi muitas mensagens do tipo 'se a escola não te punir a gente vai atrás de você', 'se eu fosse você eu vazava de São Paulo', 'não aparece no Anhembi porque você não sabe o que pode te acontecer'. Mas não li tudo, porque chegou uma hora em que eu comecei a passar mal, literalmente. Vomitei durante o dia, fiquei muito enjoado."

Leia a entrevista completa aqui.

No GGN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.