28 de fev. de 2019

A tempestade perfeita, o governo de Bolsonaro

Em resumo, a tempestade perfeita se aproxima, e tempos muito bicudos para a nação também, achamos que estamos no fundo do poço, porém este não tem fundo


Já escrevi que o governo de Bolsonaro apresenta uma disfuncionalidade. Segundo o meu próprio texto: “A disfuncionalidade do governo Bolsonaro para o Imperialismo Internacional?”. Neste texto concluo que esta disfuncionalidade poderia agredir as vontades do Imperialismo Internacional, porém também escrevi em numa série de artigos que culmina num denominador que: “O Império não quer mais sócios, quer servos”, onde numa série tento colocar como hipótese que as vontades do Imperialismo Internacional, por problemas ecológicos ou por problemas de matérias primas, o Império deseja antes de outra coisa a destruição de sociedades emergentes por disputa dessas matérias primas.

No fim do primeiro artigo concluo que a disfuncionalidade do governo Bolsonaro pode levar a uma forte ruptura no tecido social, podendo despertar forças internas no país que poderão causar uma verdadeira mudança institucional.

Pois bem, seguindo no raciocínio anterior, esta ruptura deverá levar a um dos extremos políticos, ou um fascismo aberto ou uma saída para uma mudança à esquerda bem mais radical do que a maior parte das chamadas “forças progressistas” não desejariam, pois estaria mais à esquerda do que o comodismo da pequena burguesia deseja.

Porém, com a rápida evolução do governo Bolsonaro, e com eventos externos na Venezuela, que poderiam gerar uma guerra civil que se alastraria por todo o continente, podemos até imaginar que a disfuncionalidade do governo Bolsonaro que, no lugar de acalmar, cada vez fica mais aguda, e com a associação carnal deste governo com forças insanas do Imperialismo Norte-Americano. Talvez o pior ou o melhor, de acordo com as expectativas de cada um, a hipótese do surgimento de uma tempestade perfeita ocorra no nosso país e continente.

O único aspecto positivo que vejo é que se o caminho idealizado pelos grandes irmãos do norte, de uma intervenção armada ocorra na Venezuela, levará necessariamente que o Brasil se alie ao crime que cometerão os norte-americanos, isto mesmo a contragosto das forças armadas brasileiras. Porém uma intervenção armada na Venezuela, se não houver uma forte ruptura das forças armadas bolivarianas, certamente degenerará para uma invasão com resistência, que mesmo fraca, levará a conflitos das forças de ocupação contra remanescentes do exército e milícias populares venezuelanas. Devido a características geográficas da região de fronteira entre a Venezuela e Brasil, certamente alguma luta deverá ocorrer dentro do Brasil. Somando a resistência na Venezuela, como ações que poderão ser feitas dentro do território nacional, não se pode esperar uma ação militar rápida e sem perdas econômicas e humanas para nossos jovens.

Apesar de estarmos acostumados a um grau de violência excepcional, a este será acrescido mais violência e custos econômicos elevados, que farão que o orçamento brasileiro sofra necessidade de aumento de impostos ou retirada de rendimentos dos brasileiros.

Devido a tudo isto, e o comprometimento das forças armadas neste problema, não podemos imaginar um governo como o de Bolsonaro ou mesmo um governo militar que o suceda sem forte possibilidade de serem levados a sair do cenário político, e esta saída será ocupada não por forças mais conciliadoras pois o ânimo do povo não estará para conciliação.

Em resumo, a tempestade perfeita se aproxima, e tempos muito bicudos para a nação também, achamos que estamos no fundo do poço, porém este não tem fundo, e só cavar mais que se atinge maiores profundidades que serão maiores conforme a intensidade da tempestade.

Rogério Maestri
No GGN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.