8 de jan de 2019

Para mostrar parcialidade, defesa de Lula anexa foto de camiseta de Michelle Bolsonaro com frase de juíza

“Trocaram-se os personagens, permanece a postura inquisitória e autoritária em relação ao Defendente”, diz o documento, que ressalta que a frase e a foto tiveram o intuito de alimentar a "fábrica de manchetes da Lava Jato".


Nas alegações finais sobre o processo do sítio em Atibaia, entregue nesta segunda-feira (7) à Justiça Federal em Curitiba, a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, anexa como uma das provas para demonstrar a parcialidade da juíza Gabriela Hardt, uma foto em que Michelle Bolsonaro, esposa de Jair Bolsonaro (PSL), aparece com uma frase dita pela magistrada durante interrogatório do petista: “Se começar nesse tom comigo, a gente vai ter problema”.

“É dizer: Trocaram-se os personagens, permanece a postura inquisitória e autoritária em relação ao Defendente, o qual segue sendo tratado e visto como um verdadeiro inimigo, cujas fala e manifestação devem ser, ao máximo, limitadas”, diz a defesa, que ressalta que a frase e a foto tiveram o intuito de alimentar a “fábrica de manchetes da Lava Jato”.

Após participar da manobra para substituir Sérgio Moro à frente dos processos de Lula, Gabriela não poderá se candidatar para substituir definitivamente o ex-juiz porque ainda não tem tempo de carreira que a habilite para a titularidade. A abertura do processo do concurso para ocupar a vaga de Moro foi aberto nesta segunda-feira (7) pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores.

A peça de defesa de Lula, de 1643 páginas, dedica muitas páginas para mostrar provas e construir a narrativa da parcialidade do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, que teria conduzido um processo político com o objetivo de tirar Lula da disputa presidencial, vencida por Bolsonaro.

Na primeira página do documento, os advogados estampam uma frase de Lula que traduz a forma como o processo vem sendo conduzido pelo Judiciário.

“Eu sei como é que eu vou passar pra história. Eu não sei como eles vão passar. Não sei se eles vão passar pra história como juízes ou como algozes. Não sei. O herói não é o cara que enforcou Tiradentes. Foi o enforcado que virou herói”, diz a frase do ex-presidente.


No Forum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.