7 de jan de 2019

Diagnóstico errado domina a imprensa do neoliberalismo


O economista Márcio Pochmann afirmou que o "diagnóstico errado domina a imprensa do neoliberalismo". "Só fazer as reformas, que a economia volta a crescer sustentadamente. Ledo engano, pois o sentido das reformas que vêm sendo realizadas desde Temer, aponta para o esvaziamento do mercado interno. Sem demanda, não há retomada", disse.

"No país onde bancos privados emprestam praticamente no curto prazo e em operações de tesouraria com títulos públicos, o BNDES anuncia devolver + recursos para o governo Bolsonaro, indicando crédito morno para retomar a economia e ilusão a proposta de pacto para destravar negócios", afirma.

De acordo com o estudioso, a "burocracia federal está distante ainda da descrita por M. Weber, porém a sua destruição como aponta o governo Bolsonaro leva rapidamente ao desgoverno, quando não à própria ingovernabilidade". "Estaria isso no radar a justificar especie de golpe imperial, de pleno poder ao chefe?", questionou.

"Como a meritocracia, a medida do neoliberalismo, explicaria? Racismo, a base estrutural da desigualdade, que governo Bolsonaro faz desconhecer", acrescentou





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.