20 de jan de 2019

Datena, José Mayer e o assédio na TV

Dois casos de assédio sexual envolvendo celebridades midiáticas agitaram a televisão brasileira nesta semana. Na terça-feira (15), a TV Globo confirmou, por meio de comunicado à imprensa, a dispensa do ator José Mayer após 35 anos de trabalho na emissora. Já na quinta-feira, estourou a denúncia contra o apresentador José Luiz Datena, o falso moralista que comanda programas policialescos e sensacionalistas na Band. Este último caso teve enorme repercussão na internet e ainda promete desdobramentos. A acusação foi feita por Bruna Drews, ex-repórter do programa “Brasil Urgente”. O apresentador nega que tenha assediado a jornalista. “Tenho defeitos, mas não este”, jura Datena.

Segundo Keila Jimenez, do R7, a acusação de Bruna Drews deve render. “A jornalista protocolou representação no Ministério Público de São Paulo afirmando que o âncora teria lhe dito que ela não precisava emagrecer porque já ‘era muito gostosa’, entre outras coisas. Na ação, a repórter diz ter sido abordada pelo apresentador durante uma festa em junho do ano passado. Bruna também está movendo ação trabalhista contra a Band. Segundo ela, a emissora teria sido conivente com as supostas atitudes de Datena”. Além da ação na Justiça, Bruna Drews decidiu amplificar a denúncia. “Na sexta-feira, ela compartilhou imagem da campanha ‘Mexeu com uma, mexeu com todas’ em forma de protesto contra o assédio. ‘Estou do lado da verdade! Consciência limpa e tranquila! Faço isso por todas as mulheres que são obrigadas a passar por isso diariamente’”.

Keila Jimenez ainda revela que o apresentador da Band, sempre metido a valentão, está disposto a enfrentar a briga jurídica e na sociedade. “Procurado, Datena negou todas as acusações e disse que está tomando medidas legais. ‘Isto é calúnia. Sempre elogiei esta moça ao vivo no Brasil Urgente, como faço com outros repórteres, homens e mulheres, pela beleza e competência acima de tudo... Quando eu soube desta mentira em respeito à minha mulher com que sou casado há 41 anos, meus cinco filhos e seis netos, tomei minha providências jurídicas contra esta profissional de quem espero que resolva seus problemas psicológicos que são muito anteriores aos fatos que ela descreve... Tenho muitos defeitos, mas este não está entre eles’”.

Os “defeitos” do oportunista

De fato, Datena tem “muitos defeitos”. Na tevê, o âncora ganhou fama e muita grana com os seus programas sensacionalistas e violentos, que estimulam os piores instintos. Ele adora posar de moralista, de defensor de Deus e da família. Na política, ele se converteu num ultradireitista – apoiador dos fascistas Jair Bolsonaro e João Doria. Nas últimas eleições, Datena cogitou sair candidato dos “homens do bem” pelo ético DEM. O oportunista até se licenciou da Band, passando o bastão do programa para seu filho. Mas novamente recuou, o que levantou a suspeita de que teria negociado o apoio político à vaga paulista do Senado – não se sabe a que preço. Quanto aos outros “defeitos”, a vida deve demonstrar algum dia.

No que se refere à denúncia de assédio sexual, a jornalista Bruna Drews garante que tem provas. Em entrevista ao programa “Fofocalizando”, da emissora rival SBT, ela deu várias pistas. “Eu me sentia muito constrangida com o assédio que sofria no ar, mas tinha que pagar coisas para os meus pais, tinha que sustentar uma casa”. Na representação protocolada no Ministério Público de São Paulo, ela relata que o apresentador disse que ela "era muito gostosa", que várias vezes teria “se masturbado pensando nela” e que achava “um desperdício” a profissional "namorar uma mulher". As frases teriam sido ditas em um bar durante a confraternização de fim das gravações do programa "Agora é Com Datena", em que Bruna Drews era repórter.

“Eu relatei o ocorrido para a Band, que me mandou para casa descansar e não procurou o Datena, não procurou testemunhas. Alguém precisa parar esse homem... Quando aconteceu o assédio no restaurante, senti que deveria procurar a Justiça e denunciar. Mandei uma carta à Band falando sobre o assédio... Ouvi frases de funcionários da Band, superiores, que disseram que isso é típico do Datena, ele faz isso com quem ele gosta. Só quero que a verdade seja mostrada, alguém precisa parar esse homem. Espero que eu seja essa pessoa. Já desisti da minha carreira, exatamente por causa dele, da Band, fiquei bem destruída por dentro. Não tenho mais esperança nenhuma de voltar à televisão, por isso estou abrindo o jogo”.

José Mayer é demitido da Globo

Já o caso do ator José Mayer, demitido nesta semana, é bem mais antigo e também teve forte repercussão, principalmente em decorrência da mobilização das atrizes da própria TV Globo. Conforme descreve Gilvan Marques, do UOL, “o galã de 69 anos foi afastado das novelas depois que a figurinista Susllen Tonani escreveu um relato em primeira pessoa para o blog ‘Agora é que são elas’, do jornal Folha de S.Paulo, no qual o acusava de assédio sexual. No texto, a jovem de 28 anos contou diversos momentos em que foi constrangida pelo ator durante os bastidores da novela ‘A Lei do Amor’ (2016 - 2017)”.

Na ocasião, março de 2017, o próprio José Mayer divulgou uma carta-confissão. “Eu errei. Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava. A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora. Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço”. A carta-confissão não convenceu. Quando surgiram as denúncias, ele foi suspenso “por tempo indeterminado”. Agora, a TV Globo anuncia sua demissão.

Altamiro Borges

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.