1 de dez de 2018

Zucolotto, o amigo de Moro, apoia evento sobre legalidade no ambiente corporativo


Zucolotto, o veterano Nélson do turismo, e o banner de apoio ao evento de compliance

O escritório de advocacia Carlos Zucolotto Júnior, o advogado e padrinho de Sergio Moro, apoiou um evento sobre compliance da Federação das Empresas de Hospedagem, Gastronomia, Entretenimento no Estado no Paraná, Feturismo. O nome dele aparece no banner divulgado pelo escritório. O evento apoiado por Zucolotto teve dois representantes de grandes empresas, uma pública, a Itaipu, e outra privada, a Ambev. O tema era como as empresas devem se relacionar com o poder público.

A Feturismo, dirigida por amigos de Moro, os primeiros a realizar manifestações de apoio ao juiz, ainda em 2014, tem como diretor jurídico Zucolotto, que tem atuado forte na área de turismo, conforme conta em seu facebook.

Esteve até em encontro com um antigo dirigente do setor, Nélson de Abreu Pinto, presidente da Confederação Nacional do Turismo.

Zucolotto apoiar uma iniciativa de compliance não deixa de ser curioso. Ele foi acusado pelo advogado Rodrigo Tacla Durán de intermediar a venda de benefícios em um acordo de delação premiada na Vara de Moro.

Pode ser verdade, pode não ser.

O problema é que, mesmo depois de Tacla Durán apresentar perícias nas conversas que teve com Zucolotto, este não foi investigado, e Moro, mesmo sem conhecer o teor da denúncia, saiu em defesa do amigo.

É um tipo de ação oposta ao conceito de compliance, que significa agir de acordo com as normas de uma corporação e leis de um país.

No banner da Feturismo, o escritório de Zucolotto não aparece.

No DCM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.