9 de dez de 2018

Ricardo Salles, do 1/2 Ambiente, incentivava fuzis contra ‘bandidagem no campo’


No mesmo fim de semana em que dois militantes do MST são executados na Paraíba - José Bernardo da Silva e Rodrigo Celestino -, o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), anunciou o nome do radical de direita Ricardo Salles, criador do movimento Endireita Brasil, para o ministério do Meio Ambiente em seu futuro governo.

Na propaganda em que se candidatou para deputado federal pelo Partido Novo em São Paulo, pela qual não se elegeu, Salles incentivava o uso de fuzis "contra a bandidagem no campo" e "contra a esquerda e o MST". A incitação à violência era frequente em postagens em suas redes sociais.

O material chegou a ser repudiado pelo próprio partido. Pelo Twitter, o Novo alertou que "não compactua com qualquer insinuação ou apologia à violência, de qualquer tipo, contra quem quer que seja". A legenda acrescentou, no post, que já teria orientado o candidato e que não aprovava a mensagem difundida por ele.

O líder nacional do MST, João Pedro Stédile, afirmou neste domingo, em referência ao discurso de Bolsonaro, que "a execução dos dois militantes do movimento na Paraíba é resultado da propaganda de violência e impunidade que o capitão neofascista fez durante a campanha".

"Queremos tipificar as ações do MST e do MTST como terrorismo", disse ele durante a campanha. "Quero que matem esses vagabundos do MST", discursou em Vitória (ES) em novembro do ano passado, quando afirmou também que "a propriedade privada é sagrada".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.