27 de dez de 2018

Onze perguntas a Queiroz


1. Se a “movimentação atípica” na conta de Fabricio Queiroz vem da venda de carros recuperados de companhias de seguros, por que ele demorou tanto tempo para dar explicação tão singela?

2. Ele pode mostrar a documentação dos carros que comprou e revendeu?

3. Se Jair Bolsonaro não tem tempo para ir ao banco, e daí Queiroz ter depositado na conta da futura primeira-dama, como explicar que o presidente eleito vira e mexe sai de casa exatamente para ir ao banco?

4. Se Queiroz está doente, porque não disse logo ao país sobre o mal que o acomete?

5. Se pôde falar ao SBT por que não o fez ao MP?

6. Se temeu por sua vida por que não pediu proteção às autoridades?

7. Se não fez nada de errado, por que deixou de falar com Flávio Bolsonaro?

8. Como dizer que não estava foragido se ninguém o encontrava?

9. Ele contou que o enteado suicidou-se com um revólver seu. Não é mesmo perigoso ter armas em casa?

10. Como um ex-policial experiente pôde ser tão descuidado?

11. Quem ele pensa que engana?

Bem, essa última pergunta é fácil responder…

Juca Kfouri

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.