13 de dez de 2018

O novo golpe do fantástico Rubnei Quícoli, na eleição do Palmeiras


Rubnei Quícoli foi personagem de uma série de denúncias da Folha, na campanha eleitoral de 2010. Apresentava-o como um consultor sério, que tentou um financiamento de R$ 5 bilhões junto ao BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) para uma pequena empresa especializada em energia eólica. Mas não havia conseguido o empréstimo por ter se recusado a pagar R$ 5 milhões em propina para Dilma Rousseff.

Aqui no Blog, mostramos que o emérito consultor tinha acabado de sair da cadeia, depois de um período preso por estelionato. E que seria impossível, pelas regras do BNDES, financiamento de tal monta para uma empresa pequena.

Os próprios proprietários da empresa deram entrevistas dizendo que não haviam autorizado Quícoli a tomar financiamento algum.

Tempos atrás, Quícoli apareceu de novo, atacando minhas filhas pelo Facebook. Fiz uma denúncia, o delegado intimou-o a vir a São Paulo prestar esclarecimentos (ele é de Campinas). Foi consultada sua ficha, para ver se oferecia algum risco. E, no final, constatou-se ser apenas um pequeno estelionatário.

Agora, o bravo Quícoli reaparece com uma tacada fantástica. Apresentou-se no Palmeiras como diretor financeiro de uma certa Blackstar International Limited (clique aqui) com uma proposta fantástica: R$ 1,4 bilhão por dez anos de patrocínio do Palmeiras. A proposta foi apresentada como o grande trunfo do candidato da oposição, Genaro Marino.

R$ 1 bilhão seria pago à vista, na assinatura do contrato. Os demais R$ 400 milhões seriam diluídos ao longo de dez anos. Segundo reportagem do R7, se o presidente do Palmeiras recusar essa oferta, o presidente terá que se explicar junto aos conselheiros.

Luís Nassif
No GGN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.