23 de dez de 2018

EUA autorizam início de produção de equipamento para nova bomba nuclear

A Força Aérea dos EUA autorizou a Boeing a começar a produzir hardware para a bomba de gravidade nuclear B61-12.


A bomba B61-12 passou em outubro último pelo "Milestone C", uma das etapas antes da fase de construção de um projeto, revelou recentemente o Centro de Armas Nucleares da Força Aérea na Base Aérea de Kirtland.

Em um anúncio feito no último dia 4, os militares afirmaram que durante a fase de produção, os testes se aproximaram mais dos ambientes do mundo real. "Os testes de voo demonstraram que o sistema funciona muito bem em seu ambiente pretendido", disse o coronel da Força Aérea dos EUA, Paul Rounsavall, líder material do Centro de Armas Nucleares da Força Aérea.

A Boeing está liberada para começar a produzir o kit de cauda em 2020, de acordo com a imprensa.

A Força Aérea está construindo o kit de cauda para a arma nuclear de rendimento ajustável, enquanto a Administração Nacional de Segurança Nuclear (NNSA) semi-autônoma do Departamento de Energia é encarregada de montar a bomba em si. A Força Aérea também tem a tarefa de garantir que as bombas nucleares sejam integradas às aeronaves B-2 e F-15, diz o anúncio.

Os militares esperam que a arma substitua os equipamentos nucleares mais antigos, segundo o Business Insider. O valor total pode custar na casa dos bilhões de dólares. A NNSA estimou que o programa da bomba nuclear B61-12 custará US$ 7,6 bilhões, embora as projeções independentes calculem o custo em US$ 10 bilhões, de acordo com o Escritório de Responsabilidade do Governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.