7 de dez de 2018

Demitida assessora da Petrobras, alvo de delação da Folha


Percebe-se a consolidação do clima de fascismo no país quando há uma naturalização dos piores instrumentos policialescos, como a deduragem.

É o caso da funcionária da Petrobras Regina de Luca. Ela era gerente de Inteligência e Segurança. Foi convidada para o cargo por Pedro Parente. 

Este ano, estrelou um comercial da Petrobras, no qual a companhia narrava seus esforços para extirpar a corrupção que se instalara nela.

A participação de Regina foi alvo de uma reportagem da Folha de S. Paulo, com o sentido explícito de delação. A única justificativa para a matéria era o cargo que ela havia ocupado no governo Dilma. Funcionária de carreira, antes disso havia sido Secretária de Segurança Pública do Ministério da Justiça no governo Dilma Rousseff. Era um cargo eminentemente técnico, sem nenhuma vinculação política. E Secretária de Segurança Pública não é cargo de assessoria da Presidência. O título já denotava a má fé da reportagem.



No pé da matéria a ressalva hipócrita que, por si, justificaria a não publicação da matéria.

A Petrobras diz que, na peça, a casa a que Regina se refere é a própria companhia, e não qualquer partido, e que ela passou por todas as exigências da empresa, como investigação interna que não identificou nenhuma circunstância que a desabonasse.

Ou seja, não havia nenhuma justificativa para a reportagem, a não ser expor uma funcionária pública exemplar. E a reportagem foi publicada no dia 10 de novembro de 2018, quando já se desenhava a caça às bruxas,

Qual a consequência da reportagem na vida da pessoa? A consequência óbvia:

Luís Nassif
No GGN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.