6 de nov de 2018

Alinhamento automático de Bolsonaro a Trump traz risco para Brasil

https://www.blogdokennedy.com.br/alinhamento-automatico-de-bolsonaro-a-trump-traz-risco-para-brasil/
EUA têm peso geopolítico maior para comprar brigas

O alinhamento automático de Jair Bolsonaro a posições de Donald Trump na política internacional traz riscos para o Brasil, como causar danos no comércio externo. Os Estados Unidos são a maior máquina econômica e militar do planeta. O Brasil tem peso geopolítico, mas margem de manobra mais estreita para comprar brigas na arena global.

Replicando decisão de Trump e o interesse de Israel, Bolsonaro disse que tende a mudar a Embaixada do Brasil de Tel Aviv para Jerusalém. A primeira reação concreta veio do Egito, cancelando em cima da hora viagem ao Cairo que seria feita pelo ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira.

Um dos principais países árabes do mundo, o Egito fez algo inusual do ponto de vista diplomático para demonstrar sua contrariedade com uma eventual decisão de Bolsonaro pró-Israel e contrária aos palestinos.

Os países árabes formam um importante mercado importador de produtos brasileiros, sobretudo de proteína animal. Esse mercado foi conquistado com esforço de anos do Itamaraty durante os dois mandatos de Lula. Não é proveitoso para o Brasil criar atritos com esses parceiros comerciais.

Bolsonaro e sua equipe já produziram ruídos nas relações com Argentina, China, Cuba, Venezuela, Brics e, agora, países árabes. É preciso ter mais cálculo na política internacional, falando menos do que se faz nas questões domésticas.

O presidente eleito deveria indicar logo seu futuro ministro das Relações Exteriores, de preferência escolhendo um diplomata de carreira.

Referendo

As eleições americanas para o Legislativo e governos estaduais terão efeito sobre a política externa brasileira sob Bolsonaro, a depender da força com que aliados de Trump saiam das urnas amanhã.

Idade mínima

Na conversa desta quarta com o presidente Michel Temer, um dos principais temas de interesse de Bolsonaro será avaliar a chance de aprovar a criação da idade mínima para aposentadoria de todos os trabalhadores no Brasil.

A proposta que poderia ser votada prevê 62 anos para mulheres e 65 anos para homens. Não será fácil convencer o atual Congresso. A equipe de transição de Bolsonaro já trabalha com o time de Temer.

Outros temas

Aqui no Brasil, andam a mil as articulações a respeito das eleições para a presidência do Senado e da Câmara, que ocorrerão em fevereiro. Além disso, foi tema hoje na rádio o triste aniversário de três anos do acidente de Mariana, que saiu “barato” para Samarco, a Vale e a BHP Billinton.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.