4 de nov de 2018

A RBS quer “marcar” eleitores de Haddad assim como nazistas fizeram com judeus?


O Jornal Pioneiro (RBS) que circula na Serra gaúcha publica matéria que visa “identificar” os eleitores de Haddad na Serra. Nela os trata como se exóticos fossem. A matéria esconde o fato de Haddad ter ganho as eleições em mais municípios do que Bolsonaro e procura identificar os “invisíveis” eleitores de Haddad. Infelizmente ainda há setores democráticos da sociedade brasileira que parecem não ter se dado conta do caminho sem volta em que estamos entrando e parecem só olhar para as próximas eleições, que se darão justamente nos municípios, incluindo estes onde a RBS pretende que os “invisíveis” sejam detectados, apontados e rotulados, como se já não houvesse mais o sigilo do voto. Este humilde blogueiro, por ler história e informado de que a história se repete, primeiro como tragédia e na segunda como farsa, tem publicado aqui artigos que alertam o que esta acontecendo. É o que dá pra fazer, diante da insensatez das elites que optaram por derrubar um governo que tinha um viés um pouco mais social para instituir o nazifascismo redivivo em terras brasileiras.

Rádios, Jornais e Cinema, a mídia da época, foram usados de forma contundente para manipular corações e mentes pela máquina de propaganda de mentiras de Hitler, capitaneada por Goebels. Os Judeus passaram a ter primeiro suas casas e suas roupas marcadas, depois nos campos de concentração os próprios corpos passaram a ser maracados e por fim milhões deles incinerados. Por isto repito neste artigo o que já havia dito em outros. É estarrecedor ver a política de descosntituição do diferente levada a efeito pela RBS, uma empresa pertencente a judeus, contra o PT, petistas e também aos eleitores do PT. O Brasil marcha célere para o abismo que destruirá a nação e a grande mídia cumpre o nefasto papel de propagador do mal.

Judeus estrela amarela 2
Estrela com as quais os judeus eram obrigados a marcar suas roupas

Judeus Estrela amarela
Judeus com roupas marcadas sendo presos e encaminhados a campos de concentração


Segue a matéria do Jornal Pioneiro na Integra. Leiam e tirem suas próprias conclusões:

Os 134 eleitores de Fernando Haddad em Nova Pádua são praticamente invisíveis. Alguns são conhecidos por nome, sobrenome ou apelido, mas evitam falar por receio de represálias políticas e pelo clima de confronto que se instalou na eleição. Um produtor rural aceitou conversar com o Pioneiro com a condição de não ser identificado, apesar de os amigos saberem de sua opção partidária.

– Aqui é uma cidade pequena e o preconceito é grande – diz no início da conversa por telefone, na noite de quinta.

Apesar da citação ao preconceito, ele ressalta que o grupo de amigos do futebol sempre respeitou sua preferência política.

Eleitor do PT desde jovem, o produtor rural que preferiu não se filiar no partido que governou o país por 14 anos. Segundo o agricultor, o PT é o único partido político com propostas em todas as áreas.

Ele ressalta que o PT foi a sigla que mais investiu no desenvolvimento da agricultura familiar e que isso deveria ter o reconhecimento dos moradores de Nova Pádua.

– Nos governos do PT, conseguimos comprar máquinas com juros baixos. Meu pai tem 50 anos na agricultura e não conseguiu o que conseguimos em 10, 15 anos quando o PT governou o país – argumenta ele.

Para o agricultor, Bolsonaro é igual ao ex-presidente da República, Fernando Collor.

– Não existe quem faça milagre – opina.

Sobre as denúncias de corrupção contra o PT, o agricultor afirma que nem tudo é verdade e destaca que Fernando Haddad é melhor do que Bolsonaro. Apesar da preferência pelo petista, ele diz a eleição de Bolsonaro pode acalmar os ânimos entre os adversários.

– O clima dessa campanha foi de ódio, muito desrespeitoso. Gostaria que o Haddad tivesse ganhado, mas o clima seria pesado.

O BOLSÃO DOS 80%

Jair Bolsonaro (PSL) fez acima dos 80% dos votos válidos em 30 dos 65 municípios da região. Nova Pádua foi o único município onde a votação superou os 90%. Confira o ranking:

1. Nova Pádua: Bolsonaro 1.770 votos (92,96%) / Haddad 134 votos (7,04%)
2. Flores da Cunha: Bolsonaro 16.466 (87,89%) / Haddad 2.268 (12,11%)
3. Monte Belo do Sul: Bolsonaro 2.087 (86,78%) / Haddad 318 (13,22%)
4. Nova Bassano: Bolsonaro 4.980 (86,55%) / Haddad 774 (13,45%)
5. Campestre da Serra: Bolsonaro 1.774 (85,74%) / Haddad 295 (14,26%)
6. Protásio Alves: Bolsonaro 1.315 (85,28%) / Haddad 227 (14,72%)
7. Veranópolis: Bolsonaro 12.103 (85,27%) / Haddad 2.091 (14,73%)
8. Antônio Prado: Bolsonaro 7.131 (85,09%) / Haddad 1.250 (14,91%)
9. Pinto Bandeira: Bolsonaro 1.548 (84,82%) / Haddad 277 (15,18%)
10. São Marcos: Bolsonaro 10.338 (84,06%) / Haddad 1.960 (15,94%)
11. Fagundes Varela: Bolsonaro 1.559 (84,04%) / Haddad 296 (15,96%)
12. Tupandi: Bolsonaro 2.700 (83,75%) / Haddad 524 (16,25%)
13. Nova Araçá: Bolsonaro 2.605 (83,55%) / Haddad 513 (16,45%)
14. Bom Princípio: Bolsonaro 6.741 (83,26%) / Haddad 1.355 (16,74%)
15. Nova Petrópolis: Bolsonaro 10.608 (83%) / Haddad 2.172 (13%)
16. Vista Alegre do Prata: Bolsonaro 994 (82,83%) / Haddad 206 (17,17%)
17. Vila Flores: Bolsonaro 2.193 (82,79%) / Haddad 456 (17,21%)
18. Gramado: Bolsonaro 18.844 (82,50%) / Haddad 3.997 (17,50%)
19. São Valentim do Sul: Bolsonaro 1.380 (82,29%) / Haddad 297 (17,71%)
20. Cotiporã: Bolsonaro 2.252 (82,04%) / Haddad 493 (17,96%)
21. Nova Prata: Bolsonaro 11.842 (82,01%) / Haddad 2.597 (17,99%)
22. Ipê: Bolsonaro 3.466 (81,60%) / Haddad 777 (18,40%)
23. Bento Gonçalves: Bolsonaro 56.142 (81,50%) / Haddad 12.741 (18,50%)
24. Coronel Pilar: Bolsonaro 942 (80,72%) / Haddad 225 (19,28%)
25. União da Serra: Bolsonaro 950 (80,71%) / Haddad 227 (19,29%)
26. Garibaldi: Bolsonaro 15.945 (80,60%) / Haddad 3.837 (19,40%)
27. Boa Vista do Sul: Bolsonaro 1.612 (80,28%) / Haddad 396 (19,72%)
28. Guabiju: Bolsonaro 897 (80,16%) / Haddad 222 (19,84%)
29. Farroupilha: Bolsonaro 34.114 (80,07%) / Haddad 8.491 (19,93%)
30. Carlos Barbosa: Bolsonaro 13.837 (80,01%) / Haddad 3.458 (19,99%)

Luís Müller

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.