7 de out de 2018

Ex-estudante de medicina cubana que pediu asilo em Honduras voltará ao Brasil


Esta semana recebi uma carta datilografada que me trouxe muita emoção e esperança pois ela trazia notícias alvissareiras, as quais só seriam possíveis na nova era que está brilhando em nosso horizonte. A missiva a mim endereçada provinha daquela ex-estudante de medicina cubana que morava nas ruas em São Paulo, após fugir do comunismo cubano, e que teve que fugir de novo para Honduras após a vitória da Dilma no Brasil.

Seu nome é Magda Esperanza Goebbels, e veio ao Brasil para fugir do comunismo, mas não sabia que o nosso país também era dominado pelo comunismo petista, tendo acabado vivendo nas ruas em São Paulo até que, ajudada pela ciclista godiva, conseguiu ir à Brasília pedir asilo à embaixada de Honduras, pois aquele país centro-americano foi o primeiro a derrotar as hostes comunistas com o auxílio da suprema corte de lá.

Ela me contou na carta que após chegar em Honduras como refugiada do marxismo, viveu tranquilamente nas ruas de Tegucigalpa, a capital hondurenha, onde se sentia livre e segura, longe da ameaça bolchevista de Cuba, nação onde as pessoas vivem na pobreza e não tem nada de posses ou bens materiais, uma tristeza.

Mas o mais importante da carta, é que Esperanza renasceu em si toda a esperança que o povo  alcança, neste momento, onde o novo estado brasileiro, remido das chagas petistas, entrou nos trilhos certos, garantidos pelos tribunais maiores,que decidem não à luz de uma constituição comunista, mas de acordo com as diretivas necessárias para derrotar o bolchevismo e manter o estado forte e poderoso, a serviço dos homens bons e contra a gentalha reles, entregando o poder a um líder escolhido manter a ordem, combatendo os elementos comunistas, mantendo a higiene racial, impedindo a insubmissão feminina, defendendo a masculinidade ameaçada, e garantindo que os patrões não sejam desrespeitados pelos serviçais.

Em suma, é a realização do sonho de qualquer latino-americano em viver numa pátria sem o peso do comunismo. Magda disse que não vê a hora de regressar ao Brasil para novamente tentar a vida, e disse que acaba de ganhar uma passagem de avião da Fundação Ford, para que possa realizar este sonho que, digo eu, não é só dela, mas de cada brasileiro que combateu o marxismo neste país.

Alvíssaras!

Professor Hariovaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.