31 de out de 2018

Deputada catarina antipetista radical vive em apartamento do Minha Casa, Minha Vida

Antipetista radical, deputada eleita do PSL vive em apartamento do Minha Casa, Minha Vida


Ana Caroline Campagnolo, deputada estadual eleita em Santa Catarina — aquela que pediu que alunos filmem os professores em sala de aula — se apresenta como antipetista, mas vive em um apartamento financiado justamente por um programa do PT: o Minha Casa, Minha Vida.

Ela, inclusive, processou a cooperativa Habitacional de Chapecó alegando que o valor do financiamento que recebeu era inferior ao valor do apartamento. Acusou, inclusive, a cooperativa de corretagem às avessas.

A juíza Nadia Schmidt considerou a ação improcedente porque o valor do financiamento não precisa ser obrigatoriamente o integral do imóvel e que era obrigação de Ana Caroline ter lido o contrato.

A deputada eleita recorre da decisão.

Foto de deputada vestida com camiseta de Bolsonaro bomba nas redes sociais


A denúncia foi feita por alguém que se identifica como ex-aluno da professora Ana Campagnolo, agora deputada estadual eleita por Santa Catarina.

Veio acompanhada de fotos, que mostram Ana definitivamente vestida com uma camiseta com o rosto de Jair Bolsonaro — aparentemente numa sala de aula.

O perfil de Igor, @poetjjong no twitter, diz:

essa é ana campagnolo, minha ex professora agora deputada estadual que apoia e faz propaganda do “escola sem partido”. professora ana, lembra do dia que vc usou uma camisa do bolsonaro nas aulas?? pq eu sim! ainda por cima posando pra foto com aluno tsc tsc…

Na noite desta quarta-feira, a mensagem havia sido retuitada 7.600 vezes, com 18 mil likes.

É que a deputada Ana, assim que Bolsonaro foi eleito, disseminou nas redes sociais uma mensagem pedindo que alunos denunciassem professores críticos do neofascista em sala de aula.

Ofereceu um número de whatsapp e sugeriu que as críticas fossem gravadas em áudio ou vídeo.

Ana, que é evangélica, defensora do Escola Sem Partido e do mesmo partido de Bolsonaro, o PSL, foi denunciada por entidades ligadas aos professores.

Ela teria incitado à violação, por exemplo, da lei que impede o uso de celulares nas salas de aula de Santa Catarina.

O Ministério Público abriu uma investigação.

Um petição pelo impeachment de Ana já atingiu quase 350 mil assinaturas.

As fotos da agora deputada com a camiseta de Bolsonaro, no entanto, podem demonstrar hipocrisia pura e simples: ela pratica o Escola Com Partido?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.