2 de out de 2018

Advogada que pediu censura a Lula é ligada a Anastasia e já trabalhou em escritório de Gilmar


A advogada Marilda de Paula Silveira (foto), que requereu ao ministro Dias Toffoli a censura às entrevistas dos jornalistas Florestan Fernandes (Rede Minas e El País) e Mônica Bérgamo (Folha) com o ex-presidente Lula, é ligada ao senador Anastasia e já trabalhou no escritório do ministro Gilmar Mendes.

A advogada Marilda de Paula Silveira, autora do requerimento do Partido Novo, para a proibição da entrevista do ex-presidente Lula aos repórteres Mônica Bergamo(Folha) e Florestan Fernandes (Rede Minas/El País), é sócia do escritório de advocacia de Flávio Henrique Unes Pereira, assessor do senador Antônio Anastasia e já operou em escritório do qual o ministro Gilmar Mendes é sócio. Os dois advogados são coautores de vários livros.

No dia 20 de março de 2016, o blog Viomundo publicou uma matéria na qual trazia à tona o envolvimento da advogada com Gilmar Mendes. Na época Marilda representou o PPS em ação movida contra o ex-presidente Lula.

O gabinete do Senador Anastasia se tornou uma referência no senado, para a fundamentação jurídica dos principais temas que estão desorganizando o Brasil. Entre outros documentos, já passaram pelo gabinete de Anastasia o documento base para o impeachment da presidenta Dilma e é de autoria do próprio Flávio Unes o Projeto de Lei para a terceirização total do serviço público.

A manobra para impedir Lula de falar a Mônica Bergamo (Folha) e Florestan Fernandes (Rede Minas/El País) faz do partido Novo um apêndice do PSDB.

Marilda e Flávio Unes são parceiros no site de notícias, artigos e entrevistas sobre Direito Eleitoral e Democracia: oseleitoralistas.com.br.

Clique aqui para ler a íntegra do despacho de Dias Toffoli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.