22 de set de 2018

Um não entende de economia; outro, de política. Some e ache um desastre


É notório que a soma de dois ignorantes jamais produz um sábio.

Mas quando os dois ignorantes querem tomar o poder numa das maiores nações do mundo, isso deixa de ser uma observação diletante e se torna o aviso prévio de uma tragédia.

‘Bolsonaro me convenceu de que não entendo de política’, diz hoje a O Globo o “posto Ipiranga” econômico do ex-capitão, Paulo Guedes.

Como Jair Bolsonaro também já disse, ao mesmo jornal, que ‘não entendo mesmo de economia’, não há nada mais semelhante ao juízo que faz disso aquele que o candidato diz que está acima de todos, em Mateus 15,14 :

Deixai-os! Eles são guias cegos guiando cegos. Se um cego conduzir outro cego, ambos cairão no buraco”.

Não são, porém, os únicos cegos.

Há gente que se considera muito sábia disposta a entregar o país a este par de aventureiros e a outros que, armas à mostra, exibem a força para sustentá-los.

Disposta porque sabe que a conta dos desastres econômicos e políticos, inevitavelmente, cai sobre o povo.

E que, a cada tombo, o desespero torna mais palatável a ideia de vender mais nossas riquezas, humilhar mais nosso trabalho, privar mais a população de serviços públicos e afundar-nos mais e mais na dependência e na submissão.

A diferença entre um imbecil no poder em países fortes e em países fracos é que o primeiro tenta impor a hegemonia aos trancos e o outro só tem como caminho ampliar a vassalagem.

A ignorância de um e de outro, claro, é sabida há muito tempo, mas foram  convenientes para produzir a estranha figura do “repressor liberal”.

Assim como agora o desmonte desta imagem vem do inequívoco interesse em,  tarde demais, produzir uma alternativa ao crescimento da candidatura Haddad/Lula.

Quando se quer usar um cego como guia, se é tão cego quanto ele.

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.