28 de set de 2018

Raquel Dodge é a responsável por não permitir o uso político da delação de Palocci


A decisão do TRF3, de impedir as entrevistas com o estaqueador antes das eleições, é sinal de que começam a surgir laivos de legalismo no Judiciário. E que talvez seja possível se coibir as manipulações da mídia, que sempre ocorrem nas vésperas das eleições.

Mas não basta.

Há um segundo factoide a caminho, que é a delação de Antonio Palocci ao Ministério Público do Distrito Federal.

A Procuradora Geral da República Raquel Dodge sabe que procuradores vazam depoimentos sigilosos. O mesmo entendimento deve ser do corregedor do MPF. Sabe-se, também, que o MPF do Distrito Federal foi o que mostrou mais ativismo político depois de Curitiba.

Se há risco concreto de um novo crime político, um novo vazamento visando manipular as eleições, é de responsabilidade de Raquel Dodge e do corregedor prevenir, antes que aconteça.

Sugere-se que os advogados entrem com uma representação junto à PGR e à corregedoria, talvez junto ao Conselho Nacional do Ministério Público, para que alertem seus soldados de que é crime vazamento de delações. E é mais crime ainda se tiver o propósito específico de influir no mais sagrado dos institutos democráticos, o voto popular.

Havendo o vazamento, que eles sejam responsabilizados. Afinal, se não tem ascendência sobre a tropa, sequer para impedir jogadas de tal octanagem, não merecem o cargo que têm.

Ou talvez se façam merecedores daquele que será o grande beneficiário dessas jogadas: Bolsonaro.

Luís Nassif
No GGN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.