2 de set de 2018

Luciano Hang, dono da Havan e Ric/Record: cinismo e burrice

Luciano Hang, dono da Havan, tem uma extensa ficha. Pegou empréstimos irregulares do BNDES, foi condenado por sonegação, é acusado de corrupção ativa, contrabando e lavagem de dinheiro. Como tantos outros "homens de bem", foi um ativo defensor da derrubada ilegal da presidente Dilma Rousseff e agora se alinha às fileiras do bolsonarismo.

Para "comemorar" o próximo 7 de setembro, Hang produziu um filme inacreditável, em que aparece pregando seu evangelho político, com uma fala que lembra ligeiramente os discursos de Adolf Hitler - embora fisicamente o sonegador se pareça mais com Benito Mussolini. Enquanto desfilam na tela imagens de notícias contrárias ao PT na grande imprensa, ele explica que o Brasil vai mal por culpa de políticos socialistas e comunistas. Aliás, foi por causa disso que, na Copa, os brasileiros "não torceram como deveriam".

O discurso é proferido na frente de uma de suas lojas e acompanhado por uma multidão de pessoas de camiseta verde com dizeres amarelos. Acho provável que sejam seus funcionários, levados a participar do circo, o que configura assédio e grave violação da legislação trabalhista. Xi, esqueci que ela não existe mais.

O caso piora porque a retransmissora catarinense da Record transmitiu o vídeo na quarta passada, precedido de um longo elogio dos apresentadores do programa - que disseram que Hang traduz "o sentimento de muitos brasileiros" e depois fizeram um jogralzinho com um resumo do discurso do sonegador. Não sei se foi decisão militante da emissora ou se Hang comprou o espaço. Seja como for, foi claramente crime eleitoral e séria transgressão das regras que presidem o funcionamento das concessionárias de radiodifusão. Xi, esqueci que essas regras nunca foram levadas a sério.

Com a repercussão negativa, a retransmissora da Record se viu constrangida a fazer um "esclarecimento", caso típico de emenda pior do que o soneto. O apresentador afirmou que a exibição do vídeo não teve "a intenção de apoiar ou denegrir (sic) a imagem de qualquer candidato, coligação ou partido político", mas ocorreu tão somente devido a seu "caráter cívico".

Cinismo? Burrice? Certamente os dois

Luis Felipe Miguel



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.