17 de set de 2018

CNT/MDA: Haddad isolado em 2º abre novo momento da campanha


Como se afirmou no primeiro post de hoje, a pesquisa CNT/MDA, que não sofre a distorção dos levantamentos telefônicos, mostrou literalmente o que se  previra:

Jair Bolsonaro em torno de 30% e Fernando Haddad já atingindo – ou chegando lá – os 20%, perto de o dobro de Ciro e com Marina Silva e Geraldo Alckmin baixando em direção à casa dos 5%.

Bolsonaro teve 28,6%; Haddad, 17,6. Ciro baixou aos 10% e  a dupla Geraldo Alckmin (6,1%)/Marina Silva(4,1%) orbitando os 5%.

Como a pesquisa foi feita entre quarta-feira e sábado, é bem provável que os 20% de Haddad sejam uma realidade, hoje.

Em nenhum dos cenários simulados – e foram tantos que até Marina, com seus 4% entrou nas hipóteses – em nenhum Jair Bolsonaro rompe a barreira dos 40%.

Na última rodada, quando o nome petista era Lula, em todos eles o ex-presidente marcava 50%, com décimos de variação.

É preciso muita “fé na mídia” para achar que um personagem sem arestas como Fernando Haddad possa ter mais rejeição que ele.

Está aberta uma nova fase da campanha, embora ainda não tenha terminado o tempo da informação de que Haddad é Lula e Lula é Haddad, tanto que na pesquisa espontânea, Fernando Haddad marca 9,1%, mas 7,5% continuam indicando Lula, mas o espaço da confusão do “sei que ele não pode ser, mas não sei quem ele apoia”.

Que fase será essa?

Bolsonaro, como se viu, insuflando seus fanáticos, depois de uma pequena trégua hospitalar.

Alckmin e Marina atirando para todos os lados, na esperança, apenas, de fugir do naufrágio vergonhoso, o que a ambos já parece impossível.

Ciro tentando se sustentar “no gogó” que é aquele com chances de enfrentar Bolsonaro e, portanto, mais sujeito aos acidentes de sua agressividade.

E Haddad, com sua incrível capacidade inata de ser firme sem ser agressivo, inaugurando o discurso do “vamos conversar” com o (eleitor) adversário.

E o sistema mídia/Justiça a aumentar os seus disparos desesperados sobre ele, o PT e Lula.

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.