12 de set de 2018

A facada nas costas de Mourão em Bolsonaro mostra que o general já desistiu do capitão


A facada nas costas que o general Mourão desferiu em seu titular de chapa escancarou a farsa da exploração do atentado.

Sem consultar o PSL, o partido de Jair Bolsonaro, nem a família dele, o PRTB decidiu recorrer ao TSE.

A ideia é que Mourão represente Bolsonaro nos debates na TV enquanto o capitão estiver internado.

Segundo o Valor, Levy Fidelix, presidente do PRTB, afirmou em reunião que Mourão precisa estar preparado para “assumir o protagonismo”.

O golpismo do vice saiu do armário.

Na terça, dia 11, falou que “esse troço já deu o que tinha que dar”. Você decide se ele estava falando de Jair ou do ataque em Minas.

“É uma exposição que eu julgo que já cumpriu sua tarefa. Ele vai gravar vídeo do hospital, mas não naquela situação, não propaganda. Vamos acabar com a vitimização, chega”, afirmou, botando ordem na casa.

Prometeu dar um chega pra lá nos bolsominions.

“Não adianta haver confronto neste momento, não faz bem para ninguém e é péssimo para o país”, declarou.

Mourão, comenta-se, carrega numa pasta um dossiê de cada candidato à Presidência. O material seria oriundo de “inteligência militar”.

Esse arsenal, fica claro agora, poderá ser usado contra o próprio Bolso.

Noves fora a ambição e o gorilismo, Mourão sabe, no fundo, que capitão não manda em general e que Ernesto Geisel estava correto sobre JB: “completamente fora do normal, inclusive um mau militar”.

Imagine essa turma no poder, que beleza.

Pronto, pronto, passou…

Kiko Nogueira
No DCM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.