1 de ago de 2018

Senador golpista tem mandato cassado pelo TRE

Ele
O senador José Medeiros (Podemos-MT) teve o mandato cassado por decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), na noite desta terça-feira (31), por fraude na ata da convenção que definiu a chapa dos candidatos ao Senado pela legenda em 2010. A corte determinou, ainda, que o suplente Paulo Fiúza assuma a vaga.

Medeiros, que era suplente de Pedro Taques, assumiu o mandato após este ser eleito governador em 2014. O juiz Ulisses Rabaneda, relator do processo, votou para que toda a chapa fosse cassada, incluindo a postulação de Pedro Taques. Os demais membros da corte, porém, derrubaram a posição por 5 votos a dois.

A decisão deverá ter efeito imediato, segundo o TRE, pelo risco de haver perda do objeto, uma vez que o mandato de José Medeiros será encerrado em janeiro de 2019. Ele corre o risco de não disputar a eleição deste ano em razão da Lei da Ficha Limpa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.