9 de ago de 2018

Quatro anos perseguindo Lula e Moro não apresentou provas contra ele


Se há provas de crime de Lula, elas não apareceram. Esse é o ponto. Não se ouviu uma gravação que mostrasse Lula envolvido em falcatruas como ouvimos de Temer e Aécio, com direito ainda a vídeos com malas de propina pra lá e pra cá.

Ninguém é ingênuo de acreditar que Moro só grampeou Lula no dia em que Dilma ligou pra ele. Moro ainda usou criminosamente essa ligação para fazer política em parceria com a Globo, no jogo do golpe que estava a caminho.

Certamente, Lula foi o sujeito mais grampeado pela Lava Jato, mas, ironicamente, esses grampos provam que Lula não tem o que esconder,pois, do contrário, Moro já teria feito um carnaval com as gravações. Se não fez, é porque não conseguiu o que queria em sua garimpagem dos grampos em Lula.

O fato é que Moro, não tendo qualquer prova contra Lula, apelou para o disse me disse de delatores combinados com a força tarefa em troca de liberdade e, talvez, um cadiquinho de dinheiro para a indústria da delação, como denunciou Tacla Duran.

Mas provas, Moro não apresentou sequer um resquício.

Tudo foi feito no empurrão, no grito, na panaceia midiática da Globo em parceria com Moro.

Não há prova alguma.

A Lava Jato é um saco de mentiras.

Moro sabe que mente sobre a condenação de Lula.

O Brasil está cada dia mais convencido de que o juiz é que está cometendo crime em prol dos políticos tucanos para saírem vitoriosos nas próximas eleições.

Só que essa conjugação de forças entre Globo, Moro e PSDB, está dando com os burros n’água.

Alckmin, o candidato da Globo e da Lava Jato está com 1% nas pesquisas enquanto Lula com 33% ganha a eleição no primeiro turno.

Não há como baralhar mais o jogo. Todas as manobras “jurídicas” de Moro, Fachin e Cármen Lúcia já foram desmascaradas.

Estão indo para o tudo ou nada, no desespero de quem se entrega numa luta contra a democracia para manter a plutocracia no poder.

Pior, ninguém sabe o que será do Brasil se Lula for impedido de ser candidato por uma manobra canalha do MPF e de parte podre do judiciário.

A ver…

Carlos Henrique Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.