27 de ago de 2018

Açaí da Wal é exemplo de empreendedorismo


A luta anticomunista nacional segue a todo vapor contra os pelegos do bolchevismo que se levantam a cada esquina do país para combater o capitalismo, o mercado e a livre empresa, torpedeando a todo custo qualquer iniciativa de empreendedorismo capitalista de parte dos homens e mulheres boas da nação.

Vejam bem, senhoras e senhores, habitués frequentes deste honrado sítio, o pesadelo vivido pela honrada Wal, que, sem depender da ajuda do estado e sem mamar nas tetas do governo, como fazem os comunistas, resolveu abrir uma pequena lojinha de açaí, para prosperar na vida com  dignidade e competência, e eis que os ataques comunistas se multiplicaram de todos os lados, oriundos daqueles que são contra o estado mínimo e o neoliberalismo libertador. Calúnias, calúnias, nada mais que calúnias, nunca provadas e que nunca provarão, chegaram cúmulo de dizer que açaí tem gosto de terra, um absurdo.

É por essa e outras que muitos eleitores tradicionais dos homens de bem chegam a conclusão de que Bolsonaro é o único capaz de defender o capitalismo no Brasil com força e garra, por ser contra a corrupção e contra todos aqueles que vivem às custas do erário público. Um feliz encontro do mito com os mitômanos.

Alvíssaras!

Professor Hariovaldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.