11 de ago de 2018

A revelação fantástica da U.R.S.A.L mostra a subcultura política brasileira

A maioria das pessoas foram tomadas de surpresa pela fantástica “revelação” do Cabo Daciolo sobre o plano de criação de uma “URSAL” (União das Repúblicas Socialistas da América Latina) pelo fórum de São Paulo, que junto com a teoria que a Terra é plana e que a NASA esconde isto, desnuda para a imensa maioria da população brasileira a subcultura política que lunáticos vinculados a gurus também lunáticos que corre por baixo da política oficial brasileira.

O mais surpreendente de tudo é que o Cabo Daciolo foi eleito pelo PSOL, para posteriormente ser expulso não por ser paranoico delirante, mas por contrariar a linha de laicidade do Estado que o PSOL adota. Ou seja, no lugar de propor remédios para a paranoia de seu deputado, o PSOL lava-o ainda a sério e o expulsa por suas ideias evangélicas-religiosas-atrasadas.

Mas tirando o desespero do PSOL na campanha passada que para conseguir alguns votos a mais, coloca como candidato alguém que poderia ser definido como “louco de atar”, é necessário discutir esta subcultura política delirante seriamente.

Se for colocado na busca do YouTube a palavra URSAL, surgirá há anos diversos vídeos, alguns com centenas de visualizações em que as pessoas levam extremamente a sério este delírio, ou seja, que houve no fórum de São Paulo a união de forças de esquerda para a criação de uma URSAL.

Como toda boa teoria da conspiração, conforme um excelente vídeo do Pirula (um biólogo que faz vulgarização científica no YouTube), a URSAL segue todos os passos necessários para constituir uma boa teoria da conspiração, no caso do Vídeo do Pirula trata-se de teorias da conspiração “científicas” que adaptado ao cenário político encaixa como uma luva:

1) Pegar um fato bem estabelecido, e pela ciência (ou uma realidade social), no caso seria a reunião ocorrida em São Paulo que gerou o que veio a se chamar o Fórum de São Paulo.

2) Inventar alguma fórmula que um fato possa ser uma mentira, e que todo mundo está sendo enganado por conspiradores pertencentes a um determinado grupo SECRETO, no caso seria a transformação de uma reunião aberta de partidos e movimentos de esquerda em uma conspiração para criar a URSAL.

3) Feita a lambança, procura-se pinçar dentro da realidade fatos que corroboram com a teoria da conspiração, ou seja, o fórum de São Paulo existe, quem faz parte deste fórum são organizações de esquerda, a esquerda sempre propõe organizações internacionalistas e daí por diante.

4) Cria no Facebook, no YouTube ou numa página qualquer de um blog um documentário tosco qualquer em que se possa espalhar a ideia mirabolante (no caso a URSAL).

5) Começa a falar que a ciência (no caso comentaristas de política) não sabem de nada, ou que todos os jornalistas e demais envolvidos na divulgação da política estão todos vendidos para um poder maior, no caso financiado pela “nova ordem mundial” (que é um conluio gigantesco que envolve os USA, os comunistas, Lula, FHC, e talvez o cachorro da sua vizinha).

6) Depois de achincalhar a ciência e mídia em geral, que estão escondendo a verdade, é só citar alguns “grandes experts” sobre o assunto que confirmarão a tua verdade, no caso o “filósofo-astrólogo” Olavo de Carvalho, ou seja, milhares de jornalistas, comentaristas políticos estão mentindo, mas Olavo de Carvalho estará dizendo a verdade. Como se pode ver, a URSAL se encaixa perfeitamente na formação de uma verdadeira teoria da conspiração, porém sugiro para quem estiver interessado mais sobre o assunto que assista o vídeo do Pirula.

O interessante é o tal Dossiê Ursal, uma verdadeira peça de falsificação para ignorantes de um primarismo espantoso. É um documento apócrifo (algo que é proibido por lei) onde são colocadas frases curtas entre links nada confiáveis.

Mais ou menos 30% dos links enviam para vídeos do YouTube que foram retirados por contrariarem a política do YouTube, mais uns 50% são links a notórios direitistas, como os deputados Bolsonaro e Ônix Lorenzon, páginas e vídeos do “filósofo-astrólogo” Olavo de Carvalho, notórios jornalistas de extrema direita, páginas de pastores norte-americanos de propaganda anticomunista e alguns links a projetos de lei. O restante continua a generalidades que são um verdadeiro lixo de informação. Tive o trabalho de tentar abrir todos os links do tal “Dossier” (alguns já foram retirados da Internet), e não recomendo que ninguém faça esta penosa tarefa, acreditem em mim e não percam o seu tempo.

Este dossier Ursal, é uma das dezenas de lixo de extrema direita, que alia o primarismo da argumentação a pobreza da estrutura, que somente pessoas muito ignorantes ou mal-intencionadas conseguem se ater ou utiliza-la como fonte de informação, mostrando que a nossa extrema-direita não tem a mínima capacidade de articulação, beirando ao analfabetismo funcional.

Devido a má qualidade dos textos e dos vídeos que são utilizadas pela extrema-direita, pode-se entender a má qualidade do discurso da mesma, porém é importante destacar as seguintes observações:

1) Que alguém que lê e cita este lixo como fonte de informação, foi adotado por um partido que se diz de esquerda revolucionária e intelectualizada, o PSOL, para compor uma chapa a deputado federal da cidade do Rio de Janeiro. Ou seja, se alguém dos quadros dirigentes deste partido, se tivesse algum critério de seleção e não desespero para conseguir votos a mais, no máximo meia hora de conversa com esta criatura teriam simplesmente sugerido que ele se candidatasse a síndico de seu edifício.

2) Que apesar de ignorantes e sem noção, pessoas como este candidato, que devido a sua profissão, fazem parte de grupos profissionais que andam armados e teoricamente deveriam ter um grau mínimo de instrução cívica.

3) Que a legislação eleitoral brasileira é uma verdadeira piada, pois veta um ex-presidente de falar em debates televisivos e deixam criaturas que beiram ao nível da imbecilidade política de ocuparem minutos preciosos da TV.

4) Que a subcultura política tem espaço breve em partidos ditos de esquerda, como o PSOL, seguem na sua posição de deputados federais propondo modificações absurdas na constituição e leis gerais do país, e atingem a situação de candidatos ao cargo máximo da república.

Ou seja, diferentemente o que disse o candidato Ciro Gomes, “A democracia é uma delícia, uma beleza...”, podemos dizer que a democracia burguesa é uma farsa.

Rogerio Maestri

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.