24 de jul de 2018

PF indicia secretário de Alckmin. Só falta o Alckmin

Roubanel Tungano deu R$ 600 milhões de prejuízos


Da Fel-lha:

PF indicia ex-secretário de Alckmin sob acusação de fraudes nas obras do Rodoanel

A Polícia Federal indiciou o ex-presidente da Dersa e ex-secretário estadual do governo Geraldo Alckmin (PSDB-SP) Laurence Casagrande Lourenço sob a suspeita da prática dos crimes de fraude a licitação, falsidade ideológica e associação criminosa na obra do Rodoanel.

O ex-diretor de Engenharia da Dersa Pedro da Silva também foi indiciado pela PF. Os dois ex-dirigentes da estatal paulista estão presos desde o dia 21 de junho, quando foi deflagrada a Operação Pedra no Caminho.

Eles são acusados de envolvimento na assinatura de aditivos contratuais que supostamente favoreceram de forma fraudulenta as empreiteiras OAS e Mendes Júnior e teriam causado prejuízos de mais de R$ 600 milhões aos cofres estaduais.

De acordo com os investigadores, Lourenço e Silva foram os responsáveis por adendos que estabeleceram desnecessariamente trabalhos de retirada de blocos de rochas (matacões, no jargão técnico).

Lourenço ocupou o cargo de secretário de Logística e Transportes durante a gestão Alckmin e depois passou a presidir a Cesp (Companhia Energética de São Paulo). Após a operação da PF, em junho, deixou o posto. (...)

No CAf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.