6 de jun de 2018

Você não é especial e não merece ser amado


Pessoas mentiram para você durante toda sua vida. As pessoas disseram que você era alguém especial, inteligente e bonito. E, por ter sido criado nessa lógica você aceitou algumas premissas 1) Que o que passa pela sua cabeça é verdade 2) Que você é capaz de enxergar coisas que ninguém mais pode 3) Que você tem sonhos e deve lutar por eles 4) Afinal, você pode ser o que quiser. Te iludiram dizendo que você tem direito a encontrar alguém que “te trate como você merece” e criando esse egocêntrico que você é, te convenceram que você merece o melhor.

Não quero aqui afundar as pessoas numa baixa autoestima, quero simplesmente trabalhar com algum desses conceitos. Mentiras graves que todos nós ouvimos mais de uma vez. Quem não esteve numa sala de aula que o professor alertou que aqueles alunos seriam “a elite intelectual daquele país”? É difícil entender a lógica quando falam que todos são especiais, quando na verdade, isso implica que não existe nada de especial. Somos todos absolutamente ordinários e insignificantes.

MITO 1 — O que se passa pela sua cabeça é verdade.

Esse foi um processo social que começou na modernidade. Quando os Platonistas de Cambridge começaram a se preocupar com a disseminação do pensamento de Thomas Hobbes em Leviatã. O filósofo defendia que o ser humano era necessariamente cruel, violento e desonesto de uma forma muito provocativa, desafiando aqueles que discordassem dele a deixarem seus bens expostos e portas destrancadas.

Apesar dos Platonistas não terem feito isso, eles começaram a lançar um movimento de emancipação do ser humano. E como Hobbes não poderia estar certo, logo, as pessoas devem ser boas e por isso suas atitudes serão majoritariamente positivas. E a partir daí o indivíduo foi emancipado para tomar decisões por si próprio.

Eu sempre achei Hobbes mais próximo da realidade, embora eu entenda que o estado de natureza não é tão poderoso assim. Sociedades que passaram pela modernidade ou foram colonizadas por ela deveriam dar ouvidos a Hobbes. Pelo menos um pouco mais.

MITO 2 — Que você é capaz de enxergar coisas que ninguém mais pode

O próprio senso de individuo é extremamente problemático. Se você, com sua maravilhosa personalidade e ideias inovadoras, tivesse nascido India provavelmente não pensaria em si próprio como indivíduo e sim como parte de uma casta. Existem tribos índios que nem sabem o que é a palavra “eu” sendo que só se comunicam com algo parecido com o nosso “nós”.

A nossa arrogância de nos posicionarmos como juiz da verdade é característica da modernidade europeia, como deixei claro no tópico acima. Resultado da ética protestante que buscava deixar todo indivíduo apto a racionalizar e incentivava aquele pensamento nas pessoas.

Novamente, poderia muito bem não ser. Essa sua noção vem das estruturas sociais que você nasceu. Se fosse qualquer outra época em qualquer outro lugar poderia ser completamente diferente. Não é você que é especial, é sua sociedade que pare arrogantes egocêntricos autocentrados.

Mito 3 — Que você tem sonhos e deve lutar por eles

Sociedades capitalistas gostam de fazer as pessoas pensarem que são únicas mas cruelmente só permitem que elas consumam como se fossem padronizadas. É um dos grandes paradoxos existente nesse modo de produção. Essa criação de milhares de “pessoas especiais” deu origem a uma ideologia perigosa que faz as pessoas acreditarem em coisas menos críveis que Papai Noel.

As mesmas famílias detém quase todas as riquezas faz gerações, principalmente no Brasil. A capacidade de empreender está diretamente ligada ao seu capital cultural (o seu acumulo de conhecimento) e o lugar que você nasceu. A mobilidade entre classes no capitalismo é mínima e você não vai ser rico. Apenas se você já fizer parte da burguesia, se não, eu sinto muito… vai passar o resto da sua vida vendendo sua força de trabalho para deixar outra pessoas ricas.

Você também não vai alcançar a família no molde que você quer e nem o nicho de amizades como você sempre sonhou. Essas ilusões são construídas em moldes ideais e inalcançáveis pela mídia de massa e vendidas como se fossem as únicas formas. Infelizmente nosso mundo não funciona mais nessa lógica. O super individualismo não condiz com famílias idealizadas parecidas com a que você cresceu.

Sem contar que não era amor (pelo menos não só isso) que unia a união dos seus pais e avós, mas isso é outro assunto.

Mito 4 — Afinal, você pode ser o que quiser

Você não pode ser o que você quiser. Seu futuro está preso dentro uma série de possibilidades que já foram definidas para você quando você nasceu. Aposto que se você nasceu homem branco na Alemanha ela é muito maior do que se você nasceu negro numa favela da Africa do Sul. E quem discordar disso ou é desonesto ou é imbecil.

As relações de poder que te moldam são mutias vezes completamente invisíveis aos seus olhos sem um certo treino. Você tem escolhas, claro, mas elas não vão te deixar fazer parte de qualquer lugar do mundo.

Inclusive, seus desejos são socialmente construídos e normalmente para não serem possíveis de realização. A frustração é inata nesse mundo, sempre e o tempo todo.

E aqui eu acabo esse texto, simplesmente com essas mensagens. Você não é especial, para de passar vergonha. Existem origens históricas claras das razões que as pessoas pensam como elas pensam na sociedade capitalista. Aceite que quase tudo que você passa nessa existência foi imposto a você e que está a mercê de uma quantidade absurda de sofrimentos que ninguém poderá te ajudar.

Você não merece ser amado. Nada que vem de outras pessoas é um direito e nem pode ser conquistado. Você pode ser a melhor das pessoas e ainda ser tratado como lixo ou ser um merda e se tornar rei (nada de raro na história, inclusive). Não existem direitos, existem apenas seres humanos imperfeitos convivendo com outros em um mar de imperfeições.

Se você conviver com outros humanos você vai sofrer e se arrependerá de todas as suas relações.

Aprenda a se defender nos relacionamentos, aprenda a ser solitário e tudo que possa te proteger das outras pessoas. Você vai precisar de malícia. Mesmo as melhores das pessoas podem agir de má fé dependendo do contexto. Espero sinceramente que você sofra o mínimo possível e, depois disso, não imponha essa existência para nenhuma outra pessoa.

Notas do Fundo do Poço
No Esquerda Caviar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.