5 de jun de 2018

Estratégias de resistência política em tempos difíceis | Com Luis Felipe Miguel e Esther Solano

 Imperdível 


Como resistir politicamente em momentos de profunda fragilidade da democracia? Como se organizar coletivamente e agir politicamente em meio ao avanço de forças autoritárias? Estas foram algumas das questões debatidas pelo cientista político Luis Felipe Miguel e pela socióloga Esther Solano neste debate que marcou o lançamento do livro DOMINAÇÃO E RESISTÊNCIA: desafios para uma política emancipatória, de Luis Felipe Miguel. O debate foi organizado pela editora Boitempo, pela revista CartaCapital, pela Tapera Taperá e pela Fundação Lauro Campos e contará com a mediação da jornalista Ana Luiza Rodrigues Basílio (CartaCapital).

DOMINAÇÃO E RESISTÊNCIA: desafios para uma política emancipatória de Luis Felipe Miguel ☛ https://bit.ly/2GuM6Qr "Dominação e resistência" apresenta uma discussão sobre o sentido da democracia e sua relação com os padrões de dominação presentes na sociedade. Luis Felipe Miguel parte do entendimento de que a democracia não é um ponto de chegada, e sim um momento de um conflito que se manifesta como sendo entre aqueles que desejam domá-la, tornando-a compatível com uma reprodução incontestada das assimetrias sociais, e quem, ao contrário, pretende usá-la para aprofundar contradições e avançar no combate às desigualdades.

OS CONVIDADOS

LUIS FELIPE MIGUEL é doutor em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e professor titular do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasilia (UnB), onde coordena o Grupo de Pesquisa sobre Democracia e Desigualdades (Demodê). Entre os livros de sua autoria estão FEMINISMO E POLÍTICA: uma introdução (com Flavia Biroli, Boitempo, 2014), MITO E DISCURSO POLÍTICO (Editora Unicamp, 2000), POLÍTICA E MÍDIA NO BRASIL: episódios da história recente (Plano, 2002), O NASCIMENTO DA POLÍTICA MODERNA (Editora UnB, 2007), CALEIDOSCÓPIO CONVEXO: mulheres, política e mídia (com Flavia Biroli, Editora Unesp, 2011), DEMOCRACIA E REPRESENTAÇÃO: territórios em disputa (Editora Unesp, 2014) e CONSENSO E CONFLITO NA DEMOCRACIA CONTEMPORÂNEA (Editora Unesp, 2017).

ESTHER SOLANO é doutora em Ciências Sociais. Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de São Paulo no curso de Relações Internacionais e professora do Mestrado Interuniversitário Internacional de Estudos Contemporâneos de América Latina da Universidad Complutense de Madrid. Membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Tem experiência na área de Sociologia, com os temas principais de movimentos sociais e conflitos urbanos. É coautora do livro MASCARADOS: A verdadeira história dos adeptos da tática Black Bloc (com Bruno Paes Manso e Willian Novaes, Geração Editorial, 2014), do artigo “Uma sociedade polarizada?” (com Pablo Ortellado e Márcio Moretto) publicado na coletânea POR QUE GRITAMOS GOLPE? – Para entender o impeachment e a crise política no Brasil (Boitempo, 2016) e coorganizadora de TEM SAÍDA? – Ensaios críticos sobre o Brasil (com Winnie Bueno, Rosana Pinheiro-Machado e Joanna Burigo, Zouk, 2017).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.