8 de jun de 2018

Delator da Odebrecht admite que mentiu contra o PT

Vítima foi ministra Miriam Belchior



Delatei, mas...

Um dos dirigentes da Odebrecht (...), Alexandrino Alencar admitiu à Polícia Federal que delatou a ex-ministra Miriam Belchior mesmo sabendo que ela não tinha cometido crime. Ele explicou que incluiu no rol dos delatados o nome de todos os políticos do PT com os quais manteve agenda oficial, independentemente de haver irregularidades na relação. (...)

"O nome de Miriam Belchior surgiu em anexo introdutório que trata do relacionamento com agentes políticos e públicos do PT. Perguntado se (...) o colaborador tinha consciência de que não havia fato crime envolvendo tais reuniões, respondeu que sim (...)", diz um trecho do depoimento.

O anexo sobre Miriam Belchior acabou virando um inquérito, no qual o executivo foi ouvido (...) Como ele declarou que não houve crime nos contatos com a ex-ministra, a PF pediu o arquivamento do procedimento (...)

No CAf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.