10 de jun de 2018

Datafolha confirma: Lula é imbatível e vence fácil eleição de 2018


Em um publicação confusa, onde o texto e os gráficos parecem tentar esconder o ex-presidente Lula, a pesquisa do DataFolha, publicado há pouco, mostra que o cenário continua muito complicado para as forças que implementaram o golpe de 2016. Mesmo preso, o ex-presidente continua na liderança, com 30% das intenções de votos. Veja o cenário com Lula.
  • Lula: 30%
  • Bolsonaro: 17%
  • Marina: 10%
  • Ciro:: 6%
  • Alckmin: 6%
  • Álvaro Dias: 4%
Veja o gráfico abaixo, com todos o cenários pesquisados.


Algumas observações bastante importantes devem ser feitas sobre o resultado dessa pesquisa. Nota-se, que com a retirada de Lula, alguns candidatos herdam votos do ex-presidente. Um deles, inclusive, é Jair Bolsonaro, que sobe dois ponto percentuais. Ciro, por sua vez, é o maior beneficiado, subindo de 6% para 11%, crescendo cinco pontos. Até Alckmin tem algum benefício, dentro do fiasco de sua pré-campanha. Marina Silva, também tem aproximadamente a mesma dimensão de herança dos votos de Lula.

O maior “beneficiado” com a saída de Lula, seria o “não voto”. Note, que o vencedor das eleições seria o “Sem Candidato”, passando de 21%, para 33% e 34%, dependendo do cenário. Lula, por sua vez, quando foi preso, manteve a liderança e deve mantê-la consolidada, não perdendo voto para nenhum candidato mas, apenas ampliando a gama dos não votantes, ou dos sem candidato.

O eleitor brasileiro quer a volta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. É o que aponta a nova pesquisa sobre a eleição presidencial de 2018, feita pelo Datafolha, divulgada neste domingo (10) pelo jornal "Folha de S.Paulo" com índices de intenção de voto para a eleição presidencial de 2018. Foram feitas 2.824 entrevistas entre 6 e 7 de junho, em 174 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.


Cenário 1 (Se Lula for candidato)
Lula (PT): 30%
Jair Bolsonaro (PSL): 17%
Marina Silva (Rede): 10%
Geraldo Alckmin (PSDB): 6%
Ciro Gomes (PDT): 6%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Manuela D'Ávila (PC do B): oscila entre 1% e 2%
Rodrigo Maia (DEM): oscila entre 1% e 2%
Aldo Rebelo (SDD): oscila entre 0% e 1%
Fernando Collor de Mello (PTC): oscila entre 0% e 1%
Flávio Rocha (PRB): oscila entre 0% e 1%
Guilherme Afif Domingos (PSD): oscila entre 0% e 1%
Guilherme Boulos (PSOL): oscila entre 0% e 1%
Henrique Meirelles (MDB): oscila entre 0% e 1%
João Amoêdo (Novo): oscila entre 0% e 1%
João Goulart Filho (PPL): oscila entre 0% e 1%
Josué Alencar (PR): oscila entre 0% e 1%
Levy Fidelix (PRTB): oscila entre 0% e 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): não alcança 1% em nenhum cenário
Sem candidato: 21%

Cenário 2 (Se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula)
Jair Bolsonaro (PSL): 19%
Marina Silva (Rede): 15%
Ciro Gomes (PDT): 10%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Fernando Haddad (PT): 1%
Sem candidato: 33%

Cenário 3 (Se o PT lançar Jaques Wagner no lugar de Lula)
Jair Bolsonaro (PSL): 19%
Marina Silva (Rede): 14%
Ciro Gomes (PDT): 10%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Jaques Wagner (PT): 1%
Sem candidato: 33%

Cenário 4 (se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula):
Alckmin (PSDB): 36%
Haddad (PT): 20%
Em branco/Nulo: 40%
Não sabe: 4%

Cenário 5 (se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula):
Bolsonaro (PSL): 36%
Haddad (PT): 27%
Em branco/Nulo: 34%
Não sabe: 3%

Cenário 6 (se o PT lançar Fernando Haddad no lugar de Lula):
Ciro (PDT): 38%
Haddad (PT): 19%
Em branco/Nulo: 38%
Não sabe: 4%

Cenário 7 (sem Lula):
Ciro (PDT): 32%
Alckmin (PSDB): 31%
Em branco/Nulo: 34%
Não sabe: 3%

Cenário 8 (Sem Lula):
Marina (Rede): 42%
Alckmin (PSDB): 27%
Em branco/Nulo: 29%
Não sabe: 2%

Cenário 9 (sem Lula):
Alckmin (PSDB): 33%
Bolsonaro (PSL): 33%
Em branco/Nulo: 32%
Não sabe: 3%

Cenário 10 (sem Lula):
Marina (Rede): 42%
Bolsonaro (PSL): 32%
Em branco/Nulo: 24%
Não sabe: 2%

Cenário 11 (sem Lula):
Ciro (PDT): 36%
Bolsonaro (PSL): 34%
Em branco/Nulo: 28%
Não sabe: 3%

Cenário 12 (sem Lula):
Marina (Rede): 41%
Ciro (PDT): 29%
Em branco/Nulo: 28%
Não sabe: 2%


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.