23 de mai de 2018

Vereador Fernando Holiday é condenado por comunicação falsa de crime

Ele
O vereador de São Paulo Fernando Holiday (DEM) foi condenado pela Justiça de São Paulo e terá que pagar uma indenização de R$ 20 mil por danos morais. Holiday praticou o crime de falsa acusação: ele denunciou um militante de esquerda, acusando-o de ter cometido um crime de lesão corporal contra um de seus assessores parlamentares, o que se mostrou falso, segundo a justiça.

"A sentença, proferida pela juíza Cláudia Thome Toni, da 1ª Vara do Juizado Especial Cível de São Paulo, foi publicada na segunda-feira (21) e diz respeito a um caso ocorrido no dia 21 de agosto do ano passado na Câmara dos Vereadores. Na ocasião, Holiday acusou o assistente social Damiso Ajamu da Silva Faustino de ter cuspido e agredido um de seus assessores parlamentares com uma cabeçada, na entrada de seu gabinete.

À época, o vereador afirmou que o incidente teria ocorrido após audiência pública convocada pela Comissão de Direitos Humanos na Câmara.No mesmo dia, Fernando Holiday denunciou o suposto fato aos guardas municipais da casa legislativa, que conduziram Faustino até uma delegacia, onde o parlamentar e seu assistente lavraram boletim de ocorrência acusando o assistente social de lesão corporal, que desde o início negou as alegações."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.