11 de mai de 2018

Veja faliu e (todo mundo) já sabe!

"Dúvida significativa sobre sua continuidade operacional". Quá, quá, quá!

Victor Civita, fundador da Abril. O direito de herança arruinou o PiG

Editora Abril, que publica Veja, teve prejuízo de R$ 331,6 milhões em 2017

A Abril Comunicações S.A. registrou 1 prejuízo consolidado de R$ 331,6 milhões em 2017. O valor é 140% maior do que os R$ 137,8 milhões de prejuízo apurados em 2016.

O grupo Abril comanda a edição de algumas das revistas de maior circulação no país, como Veja e Exame. O balanço da editora foi divulgado em 30 de abril de 2018.

O relatório de avaliação (íntegra) elaborado pela PwC (PricewaterhouseCoopers) (...) afirma haver incerteza com relação à continuidade das operações do grupo. Parte disso estaria relacionada ao patrimônio líquido negativo de R$ 715,93 milhões da Abril no fim de 2017. No ano anterior, esse valor estava negativo em R$ 414,2 milhões.

Ainda de acordo com a PwC, “as demonstrações financeiras não incluem quaisquer ajustes em virtude dessas incertezas. Essa situação, entre outras (…) indicam a existência de incerteza relevante que pode levantar dúvida significativa sobre sua continuidade operacional“. (...)

No CAf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.