3 de mai de 2018

Paulo Preto é prova de que Lava Jato demorou a investigar tucanos

Operação diz que PT foi alvo prioritário por ocupar poder central

http://www.blogdokennedy.com.br/paulo-preto-e-prova-de-que-lava-jato-demorou-a-investigar-tucanos/
A suspeita de que Paulo Vieira da Costa tenha arrecadado R$ 173 milhões em propinas de obras viárias na gestão de Gilberto Kassab em São Paulo é prova de que era falso o argumento da Lava Jato de que seria mais difícil investigar a corrupção do PSDB do que a do PT.

Candidato a recordista de desvios na Lava Jato e nas operações filhotes, Paulo Vieira da Costa, apontado como operador do PSDB e conhecido como Paulo Preto, teria cobrado comissão de um grupo de empreiteiras em obras viárias em São Paulo entre os anos de 2008 e 2011. É a mesma lógica aplicada pelas empreiteiras na Petrobras, a de se organizar como cartel.

A Lava Jato dizia que era mais difícil investigar a corrupção de tucanos porque eles não estavam no governo central. Era o PT que detinha essa posição até a queda de Dilma Rousseff em 2016. Mas a Lava Jato demorou a chegar em figuras manjadas, como é o caso dessa suspeita apontada em reportagem de Mario Cesar Carvalho na “Folha de São Paulo”.

A Lava Jato descobre agora que foi aplicado em Estados importantes, como São Paulo e Minas Gerais, um esquema de corrupção similar ao usado por essas empresas na Petrobras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.