3 de abr de 2018

Se os padres e pastores que apoiam Lula fizerem jejum, Deus empatará a causa?

O beato e o Santo Inquérito
O juiz Marcelo Bretas, que se diz “irmão em Cristo”do religioso Dallagnol, publica mensagem pela internet, dizendo que também vai rezar para que o S.T. F. admita a execução provisória da pena de prisão.

Será que Jesus também rezaria para que centenas de pessoas fossem presas mesmo que ainda pudessem recorrer da condenação?

Será que Jesus iria revogar o artigo 283 do Código de Processo Penal e o artigo 105 da Lei de Execuções Criminais?

Será que voltamos à Idade Média? Na “Santa Inquisição” se acreditava que Deus interferia nos julgamentos !!!

E, se alguns simpatizantes do ex-presidente Lula (muitos são padres e pastores evangélicos) também rezassem em prol da nossa Constituição, será que Deus empataria a causa???

Acho que terei de levar um exemplar da Bíblia para a minha aula de amanhã na Uerj …

Quem sabe não seria melhor que, antes de começar a aula, eu e os alunos também fizéssemos uma oração a Deus, agora em prol da Constituição, do Estado de Direito e do direito de liberdade???

Afrânio Silva Jardim, professor associado de Direito Processual Penal da Uerj. Mestre e Livre-Docente em Direito Processual.
No DCM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.