3 de abr de 2018

Quem paga os anúncios da “manifestação espontânea”?


Anúncio colorido na primeira página do Estadão e da Folha custa uma fortuna, algo perto de meio milhão de reais, nos dois jornais.

E de onde veio a fortuna que bancou os anúncios do tal “Vem Pra Rua” na capa das edições de hoje, de ambos?

Da venda de canequinhas?

Quem é o financiador das “manifestações espontâneas”?

Isso não é notícia, não tem interesse público?

Aguarda-se que a “imprensa livre” procure saber.

A começar pelo CNPJ do Vem Pra Rua, que não aparece em suas páginas e nem das doações pelo PayPal, que o próprio site diz serem administradas por uma ONG de nome Abraça. A única organização que foi possível localizar com este nome é uma associação de apoio às crianças autistas de Fortaleza, que não posso crer que esteja sendo usada para isso.

É dever jornalístico saber de onde vem essa “bolada”.

Ou, se entrou dinheiro no departamento comercial, isso “não vem ao caso”.

Por que, se tanto se interessaram pelos “blogs sujos”, como este, que nunca recebeu um anúnciozinho sequer de governos petistas?

A pressão movida a dinheiro a senhora aceita, Dra. Cármen Lúcia?

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.