30 de abr de 2018

PT foi alvo de ao menos dez atentados nos últimos anos

O atentado a tiros contra o acampamento em defesa do ex-presidente Lula em Curitiba não foi um caso isolado. Em ao menos dez outras ocasiões, PT foi alvo de ataques que foram de vandalismo à explosão de bombas; relembre

Imagens de câmeras de segurança registraram o atentado contra o Instituto Lula, em 2015. Dezenas de outros ataques contra o PT viriam a acontecer depois.
O atentado a tiros contra o acampamento Marisa Letícia, em Curitiba (PR), ocorrido na madrugada do último sábado (28) , não é um caso isolado. O ex-presidente Lula e o PT são há anos alvo de ataques violentos que, sem continuidade das investigações ou destaque da mídia tradicional, acabaram caindo no esquecimento. Somente nos últimos três anos foram ao menos 10 situações diferentes registradas.

Relembre algumas delas:

30 de julho de 2015: atentado contra o Instituto Lula 

Suspeito lança bomba caseira no interior do Instituto Lula, em São Paulo. Por conta do horário, não havia ninguém trabalhando no local e não houve feridos. O suspeito não foi localizado pela polícia. Saiba mais aqui.

17 de março de 2016: ataque contra o diretório do PT de Ribeirão Preto

Sede no partido em Ribeirão preto é atacada com rojões. Ninguém ficou ferido e os suspeitos não foram identificados. Saiba mais aqui.

18 de março de 2016: atentado contra a sede do PT de Goiânia

Sede do diretório municipal do partido foi alvo de um ataque em que os criminosos tentaram colocar fogo no prédio. A entrada foi totalmente incendiada. Os suspeitos não foram identificados e ninguém foi preso. Saiba mais aqui.

19 de março de 2016: invasão do diretório do PT de Belo Horizonte

Sede do partido na capital mineira foi invadida e vandalizada. Ninguém foi preso. Saiba mais aqui.

9 de abril de 2016: sede do PT em Joinville é vandalizada

Sede do partido na cidade catarinense foi atacada com pedras e vandalizada com tinta. Dois meses antes, a sede da legenda em Florianópolis foi alvo de um ataque à pedras e dois funcionários foram agredidos. Nenhum suspeito foi identificado. Saiba mais aqui.

30 de junho de 2016: atentado contra a sede nacional do PT

Sede nacional do PT em São Paulo é atacada pela segunda vez em menos de 24 horas. Na ocasião, um homem quebrou vidros do prédio e tentou explodir uma bomba caseira. O suspeito foi preso e ninguém ficou ferido. Saiba mais aqui.

25 de maio de 2017: atentado contra a sede do PT do Paraná

Dois homens atiraram coquetéis molotov contra o prédio do diretório estadual do partido no Paraná. Não houve feridos e ninguém foi preso. O mesmo local havia sido alvo de dois outros ataques no ano anterior. Saiba mais aqui.

27 de março de 2018: atentado a tiros contra a caravana de Lula pelo Sul

Ônibus que levava parte da equipe da caravana que Lula fazia pela região Sul do Brasil é alvo de ataque a tiros de arma de fogo. Ninguém ficou ferido e, até agora, nenhum suspeito foi identificado. Saiba mais aqui.

No Fórum

Acrescento:

29 de setembro de 2017: atentado contra a sede do PT em Florianópolis

A sede do PT (Partido dos Trabalhadores), em Florianópolis, localizada na avenida Hercílio Luz, foi invadida. Um homem não identificado entrou no local e agrediu um dirigente que estava trabalhando. O homem também teria quebrado móveis e equipamentos do partido. Ele conseguiu fugir. Saiba mais aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.